Internacional Biden visitará Wisconsin em 1ª viagem oficial como presidente

Biden visitará Wisconsin em 1ª viagem oficial como presidente

Democrata participará de programa de TV no qual responderá perguntas da audiência com a moderação de Anderson Cooper 

  • Internacional | Do R7

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

Pete Marovich/EFE

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, participará de um encontro televisionado com os eleitores do estado de Wisconsin daqui a uma semana, naquela que será a sua primeira viagem oficial desde que chegou ao poder, no dia 20 de janeiro.

A Casa Branca anunciou nesta terça-feira (9) a viagem de Biden em um breve comunicado, que informa apenas que o chefe de governo se deslocará até Milwaukee, sem dar mais detalhes.

Pouco tempo depois, a rede de televisão CNN revelou que o presidente participará de um programa especial a ser transmitido ao vivo no canal às 20h (local, 22h de Brasília). Biden responderá a perguntas de vários americanos com a moderação do âncora Anderson Cooper e diante de um público que manterá distanciamento social e atenderá outros requisitos para evitar a propagação do coronavírus.

Os integrantes da audiência, que participarão por convite, poderão fazer perguntas ao chefe de Estado sobre todos os tipos de tópicos, embora, ainda segundo a "CNN", se espere que a pandemia e a economia ocupem grande parte da discussão.

Desde que chegou à Casa Branca, Biden só foi a Delaware, seu estado natal, para descansar neste último fim de semana, e seus conselheiros enfatizaram a dificuldade de agendar viagens devido a complicações relacionadas à crise do coronavírus.

Por enquanto, o presidente não tem planos para viagens internacionais, e a Casa Branca tem frisado que ele quer se concentrar nos desafios decorrentes do vírus SARS-CoV-2 e da economia nacional.

Wisconsin é um dos principais estados que deram a Biden a vitória na eleição de novembro passado e um dos três territórios do cinturão industrial dos EUA, juntamente com a Pensilvânia e Michigan. Trump havia levado a melhor sobre Hillary Clinton nas três localidades em 2016.

Últimas