Brasileira é condenada a 17 anos de prisão em Moçambique por tráfico

Ariane Monteiro Aragão, natural de Belém, foi presa em junho no aeroporto de Maputo com mais de 5kg de cocaína escondida em pacotes de bombons

Ariane foi condenada por tráfico de drogas

Ariane foi condenada por tráfico de drogas

Record TV Moçambique

A Justiça de Moçambique confirmou, nesta quinta-feira (27), a condenação de uma brasileira por tráfico internacional de drogas. Ariane Monteiro Aragão, 24, natural de Belém, recebeu sentença de 17 anos de prisão.

Ela foi detida em junho do ano passado, no Aeroporto Internacional de Maputo, na posse de 5,4 quilogramas de cocaína. A Polícia da República de Moçambique encontrou a droga disfarçada em pacotes de bombons de chocolate.

No momento da detenção, Ariane afirmou não saber nada sobre a cocaína. “A droga não é minha, eu vim a Maputo passear”, foi assim como respondeu aos jornalistas quando questionada, momentos depois do flagrante.

No tribunal, o juiz da causa, Luís Dauane, usou o momento de proferir a sentença para se dirigir de forma pedagógica à brasileira. Ele sensibilizou a jovem para que durante o tempo de reclusão se mantenha distante das drogas, fato que poderá ajudar a abrandar o regime de reclusão.