Internacional Brasileiros são obrigados a dormir no chão do aeroporto de Zurique após falha em avião

Brasileiros são obrigados a dormir no chão do aeroporto de Zurique após falha em avião

Passageiros da classe econômica relataram descaso da companhia aérea Swiss Air

Passageiros são obrigados a dormir no chão do aeroporto de Zurique após falha em avião com destino ao Brasil

Passageiros ficaram indignados com descaso

Passageiros ficaram indignados com descaso

Reprodução Rede Record

O voo LX-092, da Swiss International Airlines, com destino ao Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, precisou voltar ao aeroporto de Zurique, na Suíça, devido a um problema no trem de pouso na quinta-feira (8) à noite.

Os passageiros, dentre os quais 150 brasileiros, foram obrigados a se acomodar no chão frio do saguão do aeroporto suíço. A companhia aérea cedeu apenas colchões e almofadas, uma situação cujo descaso gerou revolta e até a polícia foi chamada.

Greve de funcionários da Alitalia pode parar aeroporto de Roma no fim de semana

Por segurança, Holanda interrompe buscas em área onde avião caiu na Ucrânia

Os viajantes precisaram ficar nessa situação por mais de 5 horas. Havia muitos idosos no voo, e nenhuma atenção extra lhes foi dada. Nenhum tipo de alimento foi fornecido enquanto estiveram alojados no sagão. Para usar o banheiro ou obter água, os passageiros deveriam caminhar cerca de 1 km no interior do aeroporto.

Por telefone, um passageiro identificado como Manuel deu detalhes do drama à Rede Record.

- A primeira classe saiu primeiro, deve ter ido para o hotel. Nós, como somos da classe econômica, jantamos dentro do avião. Aí depois saímos e fomos então pernoitar nos colchões que eles nos deram no chão frio do saguão. Nem uma água eles ofereceram pra gente. Se você quisesse, teria que subir no banheiro e tomar água do banheiro.

Por volta das 22h (horário local) da quinta-feira (8), os passageiros embarcaram no aeroporto de Zurique com destino a são Paulo. O voo havia saído de Lisboa, em Portugal, e fez conexão na Suíça, mas a aeronave apresentou problemas nas rodas utilizadas para o pouso e precisou retornar ao aeroporto após cerca de 1h de voo.

Durante o período em que ficaram no aeroporto, os brasileiros tentaram contato com a Embaixada, mas não tiveram resposta. Outros passageiros de nacionalidades diferentes buscaram o mesmo apoio, também sem sucesso. A situação só melhorou quando a empresa disponibilizou outro voo para o Brasil.

O que acontece no mundo passa por aqui

Seja bombardead@ de boas notícias. R7 Torpedos

    Access log