Brexit: Reino Unido fora da União Europeia
Internacional Brexit 'obriga' britânicos a beber e aumenta vendas em pubs

Brexit 'obriga' britânicos a beber e aumenta vendas em pubs

Empresa cervejeira britânica teve um aumento de lucro de 3,2%. 'As pessoas estão cansadas do Brexit e isso está se traduzindo em benefícios para os pubs'

Brexit venda de cerveja

Rede registrou aumento de lucro no impasse do Brexit

Rede registrou aumento de lucro no impasse do Brexit

Simon Dawson/Reuters - 15.11.2018

Os britânicos estão indo mais aos bares em busca de um descanso do debate interminável sobre o Brexit, disse a operadora de pubs Greene King nesta quinta-feira (29), dizendo ter observado um aumento nos lucros nos últimos seis meses.

A empresa, que produz cervejas como a Greene King IPA e a Old Speckled Hen, disse que está fazendo planos contingenciais para se proteger de problemas caso o Reino Unido saia da União Europeia em março de 2019 sem um acordo.

"As pessoas estão cansadas do Brexit, e isso está se traduzindo em benefícios para os pubs, nossas vendas subiram 2,9%, então nem todos os negócios ao cliente direto estão sofrendo na véspera do Brexit", disse o executivo-chefe Rooney Anand a repórteres.

"Os pubs estão se beneficiando em alguns aspectos de cada vez que ligamos a televisão, o rádio ou lemos o jornal, tudo que você ouve é sobre o Brexit, e isso não anima".

O lucro antes de impostos da Greene King cresceu 3,2% e chegou a 163,84 milhões de dólares nas 24 semanas transcorridas até 14 de outubro — a primeira metade de seu ano financeiro.

A empresa ainda disse que as vendas comparáveis da Pub Company, por meio da qual administra sua cadeia de 2.900 bares, restaurantes e hotéis, aumentaram 2,7%.

As vendas comparáveis da Pub Company cresceram 2,9% nas seis semanas passadas, e as reservas para o Natal estão bem superiores às do ano passado.

A empresa vem lutando com o aumento de custos decorrente de uma elevação do salário mínimo, do crescimento dos preços de imóveis e de uma queda da libra esterlina provocada pelo Brexit.

A companhia disse que identificou as principais áreas de risco para seu negócio no caso de não haver acordo com a UE e que está trabalhando atentamente com os parceiros de sua cadeia de suprimento para salvaguardar o abastecimento de bens para seus pubs e cervejarias, além da exportação de cervejas.

A Greene King é a empresa britânica mais recente a anunciar preparativos para o risco de interrupções no fluxo de bens e peças através das fronteiras após o Brexit em março.

    Access log