Internacional Cachorro de Biden volta a morder funcionário na Casa Branca

Cachorro de Biden volta a morder funcionário na Casa Branca

A pessoa que levou a mordida, um funcionário do Serviço Nacional de Parques, foi atendido pelo médico da Casa Branca e está bem

  • Internacional | Da Ansa

Major morde outro funcionário da Casa Branca

Major morde outro funcionário da Casa Branca

Reprodução/Twitter @TheFirstDogs

Major, um dos dois cachorros do presidente do Estados Unidos, Joe Biden, se envolveu em um outro incidente, o segundo somente neste mês. Desta vez, o cão mordeu um funcionário na Casa Branca durante um passeio.

De acordo com Michael LaRosa, o porta-voz da primeira-dama dos EUA, Jill, o cachorro "ainda está se adaptando ao novo ambiente".

A pessoa que levou a mordida, um funcionário do Serviço Nacional de Parques, foi atendido pelo médico da Casa Branca "por precaução" e está bem.

Quando ocorreu o primeiro incidente com Major, Biden explicou que o cão não estava acostumado a ver tantas pessoas desconhecidas aparecendo "de todos os cantos" e que ele estava "reagindo para proteger".

Tanto Major quanto Champ, um cachorro de 13 anos de idade de Biden, foram transferidos para a casa da família do presidente em Wilmington, após uma mordida que Major deu em um segurança no dia 8 de março.

Os Bidens adotaram Major, que agora tem três anos, quando era apenas um filhote da Delaware Humane Association em 2018.

Conheça Major e Champ Biden, os novos moradores da Casa Branca

Últimas