Era Trump
Internacional Câmara dos Representantes do EUA formaliza impeachment de Trump

Câmara dos Representantes do EUA formaliza impeachment de Trump

Resolução sobre investigação do caso Ucrânia permite que processo contra presidente avance; convocações não podem ser mais negadas

impeachment de trump

Câmara dos EUA formaliza impeachment de Trump

Câmara dos EUA formaliza impeachment de Trump

REUTERS/Erin Scott/26.07.2019

Parlamentares da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovaram, nesta quinta-feira (31), a formalização do processo de impeachment contra o presidente americano Donald Trump, fazendo-o avançar no Congresso.

A resolução significa que os parlamentares apoiam a continuidade da investigação e devem estabelecer os próximos passos da iniciativa.

Segundo a rede de notícias americana CNN, com a votação aprovada, os democratas devem pedir mais uma ou duas semanas de depoimentos fechados para que depois se iniciem as audiências públicas com o Comitê de Inteligência da Câmara.

Investigação já em andamento

Apesar da investigação já estar em andamento em diferentes comitês da Câmara de Representantes, os procedimentos não tinham passado pelo plenário. Isso fazia com que não fosse considerada formalizada, permitindo inclusive que convocações para depoimentos fossem negadas ou evitadas por Trump e outros membros do governo.

No início do mês, a Casa Branca declarou que não iria colaborar com o inquérito que investiga se Trump tentou influenciar a Ucrânia para retomar um processo legal sobre as atividades do filho do pré-candidato democrata à presidência, Joe Biden, no país.

O foco da investigação é um telefone de Trump a Vladimir Zelenskyi, presidente ucraniano, que teria sido escondida pela Casa Branca como arquivo confidencial e poderia mostrar que o líder norte-americano pressionou a Ucrânia reabrir um caso contra Hunter Biden. Trump teria dito que poderia reter a ajuda humanitária e militar enviada ao país, que vive uma guerra civil.

Reação de Trump

O presidente Donald Trump publicou dois posts no Twitter, um antes da votação e outro logo após a aprovação da resolução.

No primeiro, ele diz que o "hoax do impeachment" estaria prejudicando o mercado de ações dos EUA. "Os inúteis democratas não se importam", acusa.

No segundo, Trump diz: "A maior caça às bruxas da história."

___