Coronavírus

Internacional Canadá reabre fronteiras terrestres para norte-americanos imunizados

Canadá reabre fronteiras terrestres para norte-americanos imunizados

Viajantes do restante do mundo com duas doses da vacina contra a covid-19 poderão entrar no país a partir de setembro

Agência EFE
Fronteiras terrestres do Canadá ficaram fechadas por 17 meses para viagens não essenciais

Fronteiras terrestres do Canadá ficaram fechadas por 17 meses para viagens não essenciais

EFE/Shawn Thew

O Canadá reabriu nesta segunda-feira (9) as fronteiras terrestres a cidadãos americanos que estiverem totalmente imunizados contra a covid-19 e apresentem um teste negativo para a infecção contra o novo coronavírus, após 17 meses com passagens fechadas para viagens não essenciais.

Além disso, o governo do país da América do Norte anunciou que a partir de 7 de setembro a reabertura será ampliada para os viajantes do restante do mundo, com duas doses - ou uma, dependendo do imunizante -, das vacinas autorizadas no país, produzidas por AstraZeneca, Moderna, Pfizer e Johnson & Johnson.

Desde as primeiras horas da madrugada de hoje, centenas de veículos privados, provenientes dos Estados Unidos, cruzavam a Rainbow International Bridge, um dos pontos fronteiriços entre Canadá e EUA mais movimentados, localizados na cidade de Niagara Falls, no território canadense.

Leia mais: Entenda por que países estão retomando medidas anticovid

Antes de entrar no país vizinho, os americanos devem apresentar informações sobre o motivo da viagem, comprovante de vacinação e resultado negativo de teste de covid-19, que podem ser carregados em um aplicativo para aparelhos celulares.

Os dados podem ser incluídos no programa com 72 horas de antecipação, através do site "ArriveCAN".

Com a mudança na orientação, os cidadãos que chegam dos Estados Unidos, deixar de ficar obrigados a realizar teste para covid-19 em um dos pontos de entrada no Canadá.

Além disso, o governo canadense ampliou de quatro para nove o número de aeroportos nacionais em que está permitida a aterrissagem de aviões provenientes dos EUA.

Leia mais: China exportou 770 milhões de doses de vacina contra a covid-19

Em 2019, cerca de 15 milhões de americanos viajaram para o Canadá, o que gerou na entrada de US$ 8,7 bilhões (R$ 45,6 bilhões) aos Estados Unidos, uma quinta parte da receita do turismo do país.

Em março de 2020, os dois governos, no entanto, decidiram pelo fechamento da fronteira terrestre, que tem 8,9 mil quilômetros de extensão, para todas as viagens consideradas não essenciais. para que fosse contida a propagação da covid-19.

Nas medidas vigentes a partir de hoje, também é permitido que menores de 12 anos que não tiverem sido vacinados entrem no país, sem a necessidade de passar por período de quarentena, desde que cheguem acompanhados dos pais, estes sim, totalmente imunizados.

Últimas