Novo Coronavírus

Internacional Catalunha solicita confinamento voluntário a partir deste sábado

Catalunha solicita confinamento voluntário a partir deste sábado

Cerca de 4 milhões de habitantes da região metropolitana de Barcelona iniciaram um período de 15 dias de medidas restritivas para conter contágio

  • Internacional | Da EFE

Dos novos casos registrados na Catalunha, cerca de 70% estão em Barcelona

Dos novos casos registrados na Catalunha, cerca de 70% estão em Barcelona

Reuters

Barcelona (Espanha), 18 jul (EFE).- O governo regional da Catalunha solicitou um confinamento voluntário, com pedido para que as pessoas não saiam de casa, exceto em casos de extrema necessidade. Não há obrigatoriedade, pois as autoridades locais acreditam que as pessoas entenderão a situação.

Com isso, cerca de 4 milhões de habitantes da região metropolitana de Barcelona, na Espanha, iniciaram neste sábado um período de 15 dias de medidas restritivas para conter o contágio do novo coronavírus, que apresentou crescimento ao longo da semana.

Durante o período, serão proibidas as reuniões de mais de dez pessoas, bares e restaurantes ficam com ocupação limitada a 50% e cinemas, teatros, outros locais de lazer e academias deverão ficar fechadas.

Também estão restritas as visitas aos asilos e outras instituições de acolhimento de idosos.

Em entrevista à emissora local de rádio, o ministro da Saúde da Espanha, Salvador Illa, garantiu a situação ainda não pode ser classificada como "segunda onda".

"Há uma transmissão comunitária, e é assim que estamos classificando", explicou o integrante do governo nacional.

Segundo o titular da pasta, o fato de o contágio ser local gera maior dificuldade em traçar os contatos dos infectados e relacionar os pequenos focos que vão surgindo. Por esse motivo, foi necessário solicitar um confinamento em larga escala.

Dos novos casos registrados na Catalunha, cerca de 70% estão em Barcelona. Ao todo, são 1.111 ao longo da última semana, 772 na capital, o que elevou o total na região desde o início da pandemia para 80.706.

Últimas