EUA x Irã
Internacional Chefe da Guarda Revolucionária do Irã morre em bombardeio em Bagdá

Chefe da Guarda Revolucionária do Irã morre em bombardeio em Bagdá

Milícia iraquiana culpou EUA e Israel por ataque que matou Qassem Soleimani e o comandante da milícia iraquiana Abu Mahdi al-Muhandis

Qassem Soleimani em foto de 2015

Qassem Soleimani em foto de 2015

Reuters

O líder da Guarda Revolucionária do Irã Qassem Soleimani e o comandante da milícia iraquiana Abu Mahdi al-Muhandis foram mortos na noite desta quinta-feira (2) em um ataque aéreo a seu comboio no aeroporto de Bagdá, disse um porta-voz da milícia iraquiana à Reuters.

"O inimigo americano e israelense é responsável por matar os mujahiden Abu Mahdi al-Muhandis e Qassem Soleimani", disse Ahmed al-Assadi, porta-voz das Forças de Mobilização Popular do Iraque, que agrupa milícias apoiadas pelo Irã.

Três foguetes Katyusha atingiram o Aeroporto Internacional de Bagdá, disse um órgão dirigido pelas Forças Armadas, em comunicado na noite desta quinta-feira (2) (horário de Brasília).

Os foguetes caíram perto do terminal de cargas, queimando dois veículos e ferindo vários cidadãos, disse o órgão. Ao menos cinco pessoas ficaram mortar no ataque.

Um dos veículos atingidos pelo bombardeio

Um dos veículos atingidos pelo bombardeio

Iraq Security Media Cell/Twitter