Internacional Chefe de quadrilha que roubava gasolina é preso no México

Chefe de quadrilha que roubava gasolina é preso no México

Disputa pelo território de Guanajuato pelos Cartel Santa Rosa de Lima e Jalisco da Nova Geração trouxe onda de violência e crimes na região

Líder de cartel é preso no México

Líder de cartel é preso no México

Fiscalía de Justicia del estado de Guanajuato/EFE - 2.8.2020

José Antonio Yépez, mais conhecido como 'El Marro', líder do Cartel Santa Rosa de Lima, no México, foi preso pelas forças de segurança no estado de Guanajuato, informou neste domingo (2) o Secretário de Segurança e Proteção Cidadã do governo, Alfonso Durazo.

"Hoje (domingo), ao amanhecer, em uma ação liderada pelo Exército Mexicano e apoiada pela Procuradoria Geral do Estado de Guanajuato, José Antonio "N", também conhecido como 'El Marro', foi preso. Neste momento, ele está à disposição da autoridade judicial local", declarou o chefe da segurança federal em uma mensagem no Twitter.

O Cartel Santa Rosa de Lima (CSRL), um grupo criminoso especializado em roubo de combustível e tráfico de drogas e rival do Cartel Jalisco de Nova Geração (CJNG), é considerado uma das causas da onda de violência em Guanajuato.

"Neste caso, uma pessoa sequestrada foi resgatada", detalhou Durazo, que acrescentou que, depois de solucionada toda a burocracia, 'El Marro' será levado para a prisão de segurança máxima no Altiplano, no município de Almoloya de Juárez, no Estado do México.

"Isso é para deixá-lo disponível ao juiz federal que emitiu um mandado de prisão por crime organizado e roubo de combustível", explicou o secretário.

Segundo um boletim conjunto do governo de Guanajuato, o exército e o Ministério da Segurança e Proteção Pública, entre outros, Yépez e outras cinco pessoas foram detidos, e um arsenal foi confiscado. A pessoa libertada era empresária de Apaseo el Alto.

O Cartel Santa Rosa de Lima, liderado por 'El Marro', vem travando uma guerra sangrenta com o Cartel Jalisco da Nova Geração para o controle do território desde 2018. Como resultado desta disputa, Guanajuato, uma cidade com forte presença da indústria automotiva, se tornou o estado mais violento de todo o México.

Últimas