Novo Coronavírus

Internacional China alivia restrições para exportações de equipamentos

China alivia restrições para exportações de equipamentos

O país retirou a exigência de que produtos para combate do coronavírus recebam aprovação regulatória. Basta a aprovação nos países importadores

Reuters
Países ao redor do mundo têm sofrido para comprar ou produzir equipamentos de proteção

Países ao redor do mundo têm sofrido para comprar ou produzir equipamentos de proteção

China Daily via Reuters - 08.04.2020

A China está retirando a exigência de que vários produtos essenciais ao combate ao coronavírus recebam aprovação regulatória antes de serem exportados, desde que sejam aprovados nos países importadores, afirmou o Ministério do Comércio, neste sábado (25).

A China vinha estipulando essa aprovação doméstica extra desde o fim de março, após vários países europeus reclamarem que kit de testes fabricados pelo país asiático não eram precisos, dificultando os esforços de muitas empresas para fornecer instrumentos ao combate à pandemia.

A nova regulamentação é aplicada a produtos como testes de coronavírus, máscaras médicas, trajes de proteção, termômetros infravermelhos e ventiladores.

“A nova regra é uma revisão (da regra antiga)”, disse Zhang Shuwen, executivo-chefe da Liming Bio-products, uma empresa de biotecnologia que oferece testes de coronavírus e busca o mercado estrangeiro. “É errado haver uma política única”.

“Cada país pode ter critérios diferentes para remédios e instrumentos médicos. A prioridade é cumprir a exigência nos países em que o produtor for vendido em vez de onde os produtos são feitos”, disse Zhang.

A proibição anterior irritou as empresas de dispositivos médicos em cidades como Hangzhou e Shenzhen, que tentaram buscar ajuda de governos locais, acrescentou Zhang.

Muitos países ao redor do mundo têm sofrido para comprar ou produzir equipamentos de proteção para funcionários da saúde que correm risco de infecção e também testes para acompanhar o contágio e identificar as pessoas que podem sair da quarentena.

Últimas