Novo Coronavírus

Internacional China autoriza uso emergencial da CoronaVac em menores de 18 anos

China autoriza uso emergencial da CoronaVac em menores de 18 anos

A empresa Sinovac, que divulgou a informação e desenvolve a vacina, não especificou até qual idade será liberada

  • Internacional | Do R7

A CoronaVac está sendo aplicada no Brasil por meio de uso emergencial

A CoronaVac está sendo aplicada no Brasil por meio de uso emergencial

Daniel Becerril/Reuters

A China autorizou o uso emergencial da CoronaVac, vacina para Ccid-19 fabricada pela empresa Sinovac, em menores de idade, segundo informações passadas pela própria empresa à imprensa local.

O presidente da Sinovac, Yin Weidong, declarou que as autoridades competentes aprovaram o uso emergencial da vacina na China em crianças, mas ainda não especificou quando as inoculações começarão nem a partir de qual idade.

A Sinovac concluiu as pesquisas clínicas das fases 1 e 2 com centenas de voluntários dessa faixa etária, que concluíram que o imunizante é "tão seguro e eficiente quanto para adultos", afirmou Yin à emissora estatal "CCTV".

Na última terça-feira, a OMS (Organização Mundial da Saúde) aprovou o uso emergencial da CoronaVac a segunda vacina de origem chinesa a ter o aval da entidade. A primeira foi a produzida pela Sinopharm, liberada desde o começo de maio.

Os dois laboratórios chineses foram os primeiros a terem o aval da OMS para as suas vacinas contra o coronavírus uma decisão semelhante da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) ou da Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA).

Últimas