Guerra civil na Síria: veja a cobertura completa
Internacional China diz que ataques com mísseis à Síria violam leis internacionais

China diz que ataques com mísseis à Síria violam leis internacionais

País ainda pede que comunidade internacional evite especulações até que investigações sobre supostos ataques químicos sejam concluídas


Síria foi atingida por mísseis no sábado (14)

Síria foi atingida por mísseis no sábado (14)

Matthew Daniels/Handout via REUTERS/14.04.2018

O ministro das Relações Exteriores da China afirmou nesta segunda-feira (16) que os ataques com mísseis à Síria violam os princípios básicos das leis internacionais e pediu por uma investigação justa e objetiva a respeito dos supostos atentados químicos no país governado por Bashar al-Assad. As informações são da agência de notícias Reuters.

A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Hua Chunying, acrescentou ainda que a comunidade internacional deve evitar especulações até que os resultados da apuração da Organização Para a Proibição de Armas Químicas sejam divulgados.

Estados Unidos, França e Reino Unido ordenaram o lançamento de mais de 100 mísseis no território da Síria no sábado (14) em um esforço coordenado contra o governo de Damasco. O presidente dos EUA, Donald Trump, disse estar preparado para sustentar este tipo de medida até que o governo de Bashar al-Assad pare de usar armas químicas.

    Access log