Internacional China manterá 'edifício oscilante' fechado para fazer inspeção

China manterá 'edifício oscilante' fechado para fazer inspeção

Arranha-céu de 300 metros de altura tremeu e teve que ser esvaziado na noite de terça-feira (18)

AFP
China manterá 'edifício oscilante' fechado para fazer inspeção

China manterá 'edifício oscilante' fechado para fazer inspeção

STR/AFP - 18.5.2021

Uma torre no sul da China, que causou pânico quando começou a balançar dias atrás, permanecerá fechada enquanto as causas do movimento são investigadas - informou o proprietário do imóvel.

O arranha-céus de 300 metros de altura, o SEG Plaza, na cidade de Shenzhen, ao sul de Hong Kong, começou a oscilar na noite de terça-feira, levando a uma rápida evacuação. 

Equipes de emergência já descartaram que um terremoto tenha causado a oscilação da torre, localizada no bairro Futian da cidade, considerado um centro tecnológico. 

Em um comunicado interno aos inquilinos divulgado pela agência de notícias oficial Xinhua, o proprietário do prédio disse que ninguém terá permissão para entrar até que a investigação seja concluída. Nenhum prazo foi mencionado na nota.

A medida entrou em vigor na sexta-feira. 

O nome do edifício remete ao fabricante de semicondutores e eletrônicos Shenzhen Electronics Group (SEG), cujos escritórios estão no complexo, junto com um grande mercado de eletrônicos.

Os engenheiros usaram drones para inspecionar o edifício, cuja construção foi concluída em 2000. 

Um dia depois da oscilação, o consulado dos Estados Unidos na cidade vizinha de Guangzhou alertou seus cidadãos para que evitem se aproximar da torre e disse que há "informações inadequadas para avaliar os riscos de segurança".

Últimas