Novo Coronavírus

Internacional China supera marca de 500 milhões de vacinados contra a covid-19

China supera marca de 500 milhões de vacinados contra a covid-19

País tem capacidade para aplicar 20 milhões de doses por dia e pretende imunizar até 80% da população em meados de 2022 

China tem capacidade para administrar 20 milhões de doses por dia

China tem capacidade para administrar 20 milhões de doses por dia

John Sibley/Reuters - 08.01.2021

Mais de 500 milhões de pessoas já receberam pelo menos uma dose de vacina contra a covid-19 na China, anunciou nesta segunda-feira (24) a Comissão Nacional de Saúde do país.

No total, a China já imunizou 510 milhões de pessoas e atualmente tem capacidade para administrar 20 milhões de doses por dia, ressaltou a agência em seu site.

Devido ao surgimento de pequenos surtos em várias províncias do país no mês passado, Pequim redobrou seus esforços para atingir seu objetivo de inocular 40% da sua população de 1,412 bilhão de habitantes até 30 de junho.

As autoridades e os especialistas chineses têm enfatizado a necessidade de estimular as pessoas a serem vacinadas contra a covid-19, embora o país tenha geralmente mantido a situação sob controle durante mais de um ano e muitos cidadãos não vejam a necessidade de vacinação.

Nos últimos meses, as autoridades do país responderam rapidamente a cada surto, com quarentenas específicas, restrições de viagem e campanhas de testes em massa que, no espaço de dias ou semanas, fizeram com que a contagem de novos casos transmitidos localmente voltasse a zero.

Além disso, o ritmo da vacinação acelerou ao longo do último mês, após a detecção de dois surtos nas províncias de Anhui (leste) e Liaoning (nordeste).

Em 20 de maio, por exemplo, a Comissão informou que 17,1 milhões de doses tinham sido administradas apenas nesse dia.

No último mês de abril, o chefe do Centro de Controle de Doenças do país, Gao Fu, disse que a China espera vacinar de 70% a 80% da sua população até o final deste ano ou meados de 2022 e depois alcançar a imunidade de grupo. Para tal, o país teria de inocular entre 900.000 e 1 bilhão de pessoas.

Até agora, as autoridades chinesas aprovaram quatro vacinas contra a covid-19 das empresas Sinopharm, Sinovac e Cansino para comercialização.

Por sua vez, a primeira vacina chinesa com tecnologia de RNA mensageiro, desenvolvida conjuntamente pela empresa farmacêutica Walvax e pelo exército chinês, está na última fase dos testes clínicos.

Últimas