Novo Coronavírus

Internacional China vacinou mais de 22 milhões de pessoas contra covid-19

China vacinou mais de 22 milhões de pessoas contra covid-19

50 milhões de pessoas devem receber aplicações antes do período de férias do Ano Novo chinês, entre os dias 11 e 17 de fevereiro

  • Internacional | Da EFE

Mais de 22 milhões de pessoas na China já receberam a vacina contra a covid-19

Mais de 22 milhões de pessoas na China já receberam a vacina contra a covid-19

EFE/EPA/ALEX PLAVEVSKI

Mais de 22 milhões de pessoas na China já receberam uma dose da vacina contra a covid-19, revelou nesta quarta-feira (27) um representante da Comissão Nacional de Saúde do país.

Citado pelo jornal estatal "Global Times", Zeng Yixin, vice-diretor da Comissão, afirmou que 22,77 milhões de doses foram administradas até o momento e que o país está "fazendo progressos adequados" em sua campanha de vacinação para grupos considerados de risco, como os funcionários públicos, trabalhadores portuários e do setor de transportes.

De acordo com a imprensa local, as autoridades planejam vacinar 50 milhões de pessoas antes do período de férias do Ano Novo chinês, que este ano será celebrado entre os dias 11 e 17 de fevereiro, quando centenas de milhões de migrantes urbanos viajam para seus locais de origem.

"Antes de injetar as doses, o pessoal da campanha deve informar aos que vão ser inoculados sobre as contra-indicações, bem como acompanhar quaisquer reações adversas", acrescentou Zeng.

Porém, algumas províncias chinesas já cancelaram feiras, grandes celebrações e exibições típicas dessas datas e pediram às pessoas para que viajem somente se for realmente necessário.

As restrições de viagens, sejam oficiais ou através de "recomendações", reduzirão em 40% o número de viagens em relação ao Ano Novo chinês de 2019, segundo as autoridades.

Últimas