Internacional CIA teria áudio de príncipe saudita mandando 'silenciar' Khashoggi

CIA teria áudio de príncipe saudita mandando 'silenciar' Khashoggi

Jornal turco diz que diretora da agência norte-americana foi alertada sobre ligação interceptada em que Mohammed bin Salman fala sobre jornalista

CIA teria áudio de príncipe saudita mandando 'silenciar' Khashoggi

Arábia Saudita nega que príncipe sabia do assassinato

Arábia Saudita nega que príncipe sabia do assassinato

Reuters / Charles Platiau / 9.4.2018

Um jornal da Turquia disse, nesta quinta-feira (22), que a diretora da CIA, Gina Haspel, sinalizou no mês passado a autoridades turcas que a agência tem a gravação de um telefonema no qual o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, deu instruções para "silenciar" o jornalista saudita Jamal Khashoggi.

Indagada sobre a reportagem, uma autoridade turca disse à Reuters que não tem informações sobre tal gravação. Riad disse que o príncipe herdeiro não teve conhecimento prévio do assassinato de Khashoggi no consulado saudita em Istambul seis semanas atrás.

"Há rumores sobre uma outra gravação", escreveu Abdulkadir Selvi, jornalista do diário Hurriyet, em uma coluna, dizendo que a suposta ligação foi entre o príncipe Mohammed bin Salman e seu irmão, o embaixador saudita em Washington.

Acompanhe o noticiário internacional no R7

"Está sendo dito que a chefe da CIA, Gina Haspel, indicou durante sua visita à Turquia", escreveu, acrescentando que os dois conversaram sobre Khashoggi, um crítico do governante saudita.

"Está sendo dito que o príncipe herdeiro deu ordens para 'silenciar Jamal Khashoggi o mais cedo possível'" em um telefonema que foi monitorado pela Agência Central de Inteligência norte-americana (CIA), disse ele.

Jornalista foi esquartejado

Khashoggi foi assassinado no consulado saudita em Istambul em 2 de outubro durante uma operação que o presidente turco, Tayyip Erdogan, disse ter sido ordenada pelo nível mais alto da liderança saudita.

Depois de oferecer várias explicações contraditórias, na semana passada Riad disse que Khashoggi foi morto e que seu corpo foi esquartejado quando negociações para persuadi-lo a voltar à Arábia Saudita fracassaram.

    Access log