Internacional Colômbia e Venezuela retomam relações com foco no comércio

Colômbia e Venezuela retomam relações com foco no comércio

Países vizinhos se distanciaram diplomaticamente em 2019 com o agravamento da crise política venezuelana

AFP

Resumindo a Notícia

  • Colômbia e Venezuela retomaram as relações entre governos com foco no comércio
  • Ex-chanceler Félix Plasencia será o embaixador da Venezuela em Bogotá
  • Ex-senador Aramando Benedetti irá atuar em Caracas
Fronteira da Colômbia e Venezuela é bloqueada por contêineres

Fronteira da Colômbia e Venezuela é bloqueada por contêineres

Mario Caicedo/EFE - 19.8.2022

Colômbia e Venezuela retomaram formalmente as relações, com a chegada a Caracas neste domingo (28) do embaixador colombiano Armando Benedetti, após três anos de ruptura diplomática.

"As relações com a Venezuela nunca deveriam ter sido rompidas. Somos irmãos e uma linha imaginária não pode nos separar, muitíssimo menos uma política pública de Estado, como aconteceu com o presidente Iván Duque. Iremos restabelecer as relações com a Venezuela", afirmou o ex-senador Benedetti no Twitter.

O diplomata colombiano assinalou que mais de 8 milhões de colombianos vivem do comércio binacional, motivo pelo qual um dos objetivos é restabelecer as relações comerciais entre os dois países. Expectativa semelhante existe do lado venezuelano, onde industriais anseiam por normalizar o comércio que existiu por anos anos.

Benedetti foi recebido na Venezuela pelo vice-chanceler, Rander Peña Ramírez. "Em nome do presidente Nicolás Maduro, damos as boas-vindas a Armando Benedetti. Nossos laços históricos nos convocam a trabalhar juntos pela felicidade dos nossos povos. Bem-vindo!" comemorou Penã em um tuíte com imagens do encontro.

Venezuela e Colômbia nomearam os respectivos embaixadores para avançarem na normalização das relações diplomáticas, rompidas em 2019. O presidente esquerdista colombiano Gustavo Petro e o par venezuelano, Nicolás Maduro, anunciaram no último dia 11 o nome dos representantes diplomáticos: o ex-chanceler Félix Plasencia é o embaixador venezuelano em Bogotá, enquanto Benedetti irá atuar em Caracas.

Últimas