Internacional Colômbia: Explosão em quartel do Exército deixa dezenas de feridos

Colômbia: Explosão em quartel do Exército deixa dezenas de feridos

Pelo menos 50 militares e 4 civis deram entrada em hospitais da região após explosão de carro-bomba em quartel em Cúcuta

  • Internacional | Do R7

Socorrista leva militar ferido pela explosão ao hospital em Cúcuta

Socorrista leva militar ferido pela explosão ao hospital em Cúcuta

Mario Caicedo / EFE - 15.6.2021

Pelo menos 50 militares e 4 civis ficaram feridos após a explosão de um carro-bomba nesta terça-feira (15) no quartel da 30ª Brigada do Exército da Colômbia, na cidade de Cúcuta, capital do departamento de Norte de Santander e perto da fronteira com a Venezuela.

Leia também: Colômbia: responsáveis por mortes nos protestos responderão à Justiça

O presidente colombiano, Iván Duque, disse ter dado instruções ao ministro da Defesa, Diego Molano, para que viajasse imediatamente a Cúcuta "devido à explosão de un veículo dentro da 30ª Brigada do Exército".

Várias ambulâncias chegaram ao local, e ainda não há informações sobre mortos ou o estado de saúde dos feridos. A imprensa local chegou a noticiar que não um, mas dois carros-bomba explodiram dentro da unidade militar, o que não está confirmado. Nenhuma organização reivindicou a autoria do atentado. O vídeo abaixo, publicado no Twitter, mostra o momento da explosão.

A explosão foi ouvida em bairros vizinhos, de acordo com relatos divulgados em redes sociais. Alguns militares disseram que ela atingiu especialmente a parte de oficinas do quartel, que estavam vazias.

O Corpo de Bombeiros de Cúcuta, agentes do Corpo Técnico de Investigação do Ministério Público e a Polícia Metropolitana foram acionados. Autoridades locais fecharam a rua do quartel, e vários helicópteros sobrevoam a região.

Em 17 de janeiro de 2019, a guerrilha Exército de Libertação Nacional (ELN) detonou um carro-bomba na Escola de Cadetes da Polícia General Santander, em Bogotá, o que causou a morte de 22 cadetes e deixou outras 67 pessoas feridas.

Últimas