Internacional Colômbia inicia reabertura em meio à pandemia da coronavírus

Colômbia inicia reabertura em meio à pandemia da coronavírus

Aeroportos, restaurantes, igrejas e academias voltarão a funcionar a partir de hoje, quando o país começa a superar o pico de contágio

Passageiro faz procedimento para embarcar na reabertura em aeroporto na Colômbia

Passageiro faz procedimento para embarcar na reabertura em aeroporto na Colômbia

Carlos Ortega/ EFE/ 01.09.2020

A Colômbia iniciou nesta terça-feira (1º) uma nova fase de reabertura após a quarentena provocada pela pandemia da covid-19 com a volta ao funcionamento de aeroportos, restaurantes, igrejas e academias, que estavam fechados há mais de cinco meses, apesar de o país estar apenas começando a superar o pico de contágio.

Ontem à noite, o país encerrou o confinamento de 160 dias ordenado pelo governo. Hoje, teve início uma nova etapa, que o presidente colombiano, Iván Duque, chama de "isolamento seletivo".

Leia mais: Colômbia tem dia mais letal do coronavírus, com 385 mortes

"Na nova fase que começamos, queremos ser claros sobre as restrições: não haverá multidões, nem venda de bebidas alcoólicas nos estabelecimentos. Pode-se pedir protocolos aos prefeitos para essa venda, mas, por enquanto, esse não é o padrão geral", declarou o chefe de estado.

Até o momento, segundo o Ministério do Comércio, Indústria e Turismo, as autoridades autorizaram 308.553 empresas dos setores de manufatura, comércio e serviços a retomar suas atividades por cumprem os protocolos de biossegurança.

"O processo de validação e autorização do protocolo tem sido gradual e eficaz. A partir de hoje, terça-feira, começa uma nova fase na gestão da pandemia, na qual será importante para todos os colombianos manter medidas de autocuidado e seguir rigorosamente os protocolos de biossegurança diante da nova normalidade", declarou o responsável pela pasta, José Manuel Restrepo.

A reabertura vem depois que a Colômbia fechou agosto, o pior mês da pandemia no país, com 615.168 casos de infecção e 19.663 mortes, de acordo com o Ministério da Saúde.

Em seus relatórios diários, as autoridades sanitárias ainda estão relatando mais de 7 mil novos contágios e cerca de 300 óbitos por dia, indicando que o fim da pandemia ainda está longe.

Últimas