Novo Coronavírus

Internacional Com 70 mil mortos por covid-19, EUA têm previsões sombrias

Com 70 mil mortos por covid-19, EUA têm previsões sombrias

Modelo feito por universidade mostra que EUA podem passar das 130 mil mortes até o início de agosto, após o relaxamento das medidas de isolamento

Reuters
A Times Square, em Nova York, segue esvaziada por conta da pandemia

A Times Square, em Nova York, segue esvaziada por conta da pandemia

Mike Segar / Reuters - 5.5.2020

As mortes causada pelo novo coronavírus nos EUA passaram de 70 mil nesta terça-feira (5), de acordo com contagens da Reuters e da Universidade Johns Hopkins, e um modelo de previsão de uma universidade quase duplicou sua estimativa anterior de vítimas fatais no país em consequência da covid-19.

Leia também: OMS: mundo tem 3,48 milhões de casos e 241 mil mortes por covid-19

Quase 1,2 milhão de habitantes do país foram diagnosticados com covid-19 — mais do que o total combinado dos outros maiores surtos no mundo registrados na Espanha, Itália, Reino Unido, França e Alemanha.

Um modelo de pesquisa da Universidade de Washington citado por autoridades da Casa Branca na segunda-feira quase dobrou o número projetado de mortes nos EUA para mais de 134 mil até 4 de agosto.

A revisão refletiu "a mobilidade crescente na maioria dos estados dos EUA" decorrente do relaxamento da interdição dos negócios e das ordens de confinamento domiciliar esperado em 31 estados até 11 de maio, disse o instituto.

A projeção revisada coincidiu com a revelação de uma previsão interna do governo Trump que prenuncia um aumento para 3 mil fatalidades por dia até o final de maio, mais do que as cerca de duas mil da contagem atual da Reuters.

Mortalidade histórica

O surto de coronavírus dos EUA é mais letal do que qualquer temporada de gripe desde 1967, quando cerca de 100 mil norte-americanos morreram, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças.

As mortes de covid-19 no país também superaram em questão de meses os 58.220 cidadãos norte-americanos mortos durante os 16 anos de envolvimento militar na Guerra do Vietnã.

Mas a trajetória atual da Covid-19 ainda passa longe da gripe espanhola de 1918, que matou 675 mil norte-americanos.

Ainda não existe tratamento ou vacina contra o coronavírus, duas opções amplamente disponíveis contra a gripe.

Últimas