Crise na Venezuela

Internacional Comparecimento à eleição na Venezuela foi manipulado em ao menos 1 milhão de votos, diz companhia do sistema de votação

Comparecimento à eleição na Venezuela foi manipulado em ao menos 1 milhão de votos, diz companhia do sistema de votação

Governo informou que 8 milhões foram às urnas, já a oposição diz que foram menos de 3 milhões

  • Internacional | Do R7, com agências internacionais

"Nós sabemos, sem nenhuma dúvida, que o comparecimento foi manipulado", disse o CEO da Smartmatic, Antonio Mugica

"Nós sabemos, sem nenhuma dúvida, que o comparecimento foi manipulado", disse o CEO da Smartmatic, Antonio Mugica

REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

Os dados de comparecimento à eleição da Assembleia Constituinte na Venezuela foram manipulados em ao menos 1 milhão de votos, afirmou nesta quarta-feira (2) a Smartmatic, uma companhia que tem trabalhado com a Venezuela desde 2004 em seu sistema de votação.

"Nós sabemos, sem nenhuma dúvida, que o comparecimento da recente eleição para uma Assembleia Nacional Constituinte foi manipulado", disse o CEO da Smartmatic, Antonio Mugica, em coletiva de imprensa em Londres.

— Nós estimamos que a diferença entre a participação de fato e a anunciada por autoridades seja de ao menos 1 milhão de votos.

União Europeia diz considerar "ampla gama de ações" sobre Venezuela

Magistrados venezuelanos vão para embaixada chilena em busca de proteção

Um dos líderes da oposição venezuelana, Henrique Capriles, também acusou o governo de Nicolás Maduro de fraudar os dados da votação ocorrida no último domingo (30) para a eleição de 545 representantes da Assembleia Constituinte.

Em uma série de mensagens, ele usou dados da empresa Smartmatic, que deu apoio tecnológico ao pleito, ele afirma que "além de uma fraude constitucional", a votação "teve um crime no processo". "É a maior fraude da história", escreveu ainda.

O governo Maduro informou que pouco mais de oito milhões de venezuelanos foram às urnas, mas desde o domingo, a oposição afirma que o número de votantes não chegou aos três milhões.

Últimas