Internacional Coreia do Norte pode realizar teste nuclear ainda este mês, dizem EUA

Coreia do Norte pode realizar teste nuclear ainda este mês, dizem EUA

Caso a informação divulgada por americanos se confirme, será o primeiro exercício desse tipo desde 2017

AFP
Presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-un exibe constantemente poderio bélico do país

Presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-un exibe constantemente poderio bélico do país

STR/AFP/KCNA VIA KNS

Os Estados Unidos afirmaram, nesta sexta-feira (6), que acreditam que a Coreia do Norte pode estar preparando um teste nuclear ainda para este mês, o primeiro desde 2017.

"Os Estados Unidos avaliam que a Coreia do Norte está preparando seu local de teste em Punggye-ri e pode estar pronta para testar lá ainda neste mês", disse a porta-voz do Departamento de Estado, Jalina Porter.

O Departamento de Estado tornou pública a sua avaliação em meio à crescente frustração dos EUA com a Coreia do Norte, que lançou uma série de testes de mísseis.

"Essa avaliação é consistente com as declarações públicas recentes da própria Coreia do Norte", afirmou Porter. "Compartilhamos essa informação com aliados e parceiros, com quem continuaremos em estreita coordenação", destacou.

O presidente americano, Joe Biden, viajará no fim do mês ao Japão e à Coreia do Sul, onde as preocupações sobre as ações de Pyongyang devem ocupar lugar de destaque na agenda.

Um teste da Coreia do Norte poderia coincidir com a visita de Biden ou com a posse, em 10 de maio, na Coreia do Sul, do presidente eleito Yoon Suk-yeol, que prometeu adotar uma linha mais dura contra seu vizinho comunista.

A Coreia do Norte já lançou seis testes nucleares antes de adotar uma incomum diplomacia de alto perfil com os Estados Unidos durante o mandato do ex-presidente republicano Donald Trump (2017-2021), que se reuniu três vezes com o líder Kim Jong-un.

Apesar das declarações pomposas de Trump sobre sua conexão com Kim, suas reuniões não resultaram em nenhum acordo permanente sobre o desmonte do programa nuclear norte-coreano.

A Coreia do Norte demonstrou pouco interesse em retomar as negociações com o governo Biden, que apoia a diplomacia com Pyongyang, mas em nível de trabalho.

Últimas