Coronavírus

Internacional Coreia do Norte receberá quase 2 milhões de vacinas até junho

Coreia do Norte receberá quase 2 milhões de vacinas até junho

País receberá doses da AstraZeneca fabricadas na Índia; governo de Kim Jong-un nunca reportou nenhum caso de covid a OMS 

Coreia do Norte vai receber quase 2 milhões de vacinas da AstraZeneca

Coreia do Norte vai receber quase 2 milhões de vacinas da AstraZeneca

Lee Smith/Reuters - 30.1.2021

A Coreia do Norte receberá 1,9 milhão de unidades de vacinas contra a covid-19 no primeiro semestre do ano por meio do fundo Covax, segundo o relatório provisório de distribuição do mecanismo global, embora a mídia do país asiático não tenha confirmado a informação.

Especificamente, a Coreia do Norte receberá vacinas desenvolvidas pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford e fabricadas pelo Instituto Sérum, na Índia, a mesma vacina recebida pelo Brasil.

De acordo com o documento divulgado na quarta-feira pela aliança, a previsão é que entre 35 e 40% do total seja entregue no primeiro trimestre e 60-65% no segundo.

O mecanismo global de entrega da vacina explicou que começará a distribuir um total de 337 milhões de doses para países de baixa e média renda no final de fevereiro.

A Coreia do Norte continua sem relatar casos de covid-19 à Organização de Saúde (OMS), de acordo com o último relatório regional da organização com sede em Genebra.

De acordo com Pyongyang, nenhuma das mais de 13,2 mil pessoas testadas no país tiveram testes positivos para a doença.

Apesar do país ter fechado suas fronteiras, a total ausência de contágios é uma afirmação que muitos especialistas duvidam, levando em consideração a porosidade da fronteira norte-coreana com a China.

Em agosto passado, o regime publicou um decreto reconhecendo que muitos norte-coreanos continuaram a ir e vir da China ilegalmente durante o início da pandemia, dando ordens para atirar para matar qualquer um que se aproximasse das áreas de fronteira.

Últimas