Coronavírus: exercícios ao ar livre podem ser banidos na Inglaterra

Atividades físicas são um dos 4 motivos que permite que cidadãos saiam de casa de casa, mas aglomerações e quebra de regras preocupam governo

Exercícios podem ser banidos durante quarentena

Exercícios podem ser banidos durante quarentena

Pixabay

Exercícios ao ar livre podem ser banidos e a quarentena pode ficar mais rígida na Inglaterra caso os cidadãos não respeitem as regras de isolamento e distanciamento social para evitar a transmissão do coronavírus, avisou o ministro da saúde britânico Matt Hanock.

Atividades físicas são um dos quatro motivos pelos quais britânicos podem sair de casa durante a quarentena, mas algumas pessoas estão usando a desculpa de ir se exercitar para passar tempo em parques e ignorarem as recomendações do governo.

“Tomar banho de sol é contra as regras que foram estabelecidas para a saúde pública”, disse o ministro, que foi diagnosticado com coronavírus e está em isolamento, durante uma entrevista a rede de televisão britânica Sky. “Eu queria não ter que dizer isso, mas eu preciso porque o país inteiro quer passar por essa crise”.

O parque Brockwell reuniu cerca de 3 mil pessoas durante este domingo, segundo o jornal The Guardian, o que alertou as autoridades, que decidiram fechar o local.

O número de casos de coronavírus no Reino Unido tem crescido rapidamente, e o arquipélago já ocupa o oitavo lugar em número de infectados pelo mundo, com mais de 42 mil contágios, segundo a universidade Johns Hopkins.

Por lá, a quarentena ainda é recente, e os moradores só podem deixar suas casas para trabalhar, comprar comida, por motivos de saúde e praticar exercícios, mas o último motivo agora está em risco.

Sair para fazer exercícios era permitido se a pessoa estivesse sozinha ou acompanhada de outros moradores da própria casa, “mas se o resultado disso é que muitas pessoas saem e quebram as outras regras, porque elas dizem ‘se eu posso me exercitar então tudo bem se eu fizer outras coisas’, eu temo que teremos que tomar medidas”, disse o ministro.

“Então a minha mensagem é muito clara. Se você não quer que nós proibamos exercícios de todas as formas do lado de fora da sua casa, então você tem que seguir as regras, e a vasta maioria das pessoas estão seguindo as regras”, concluiu Hannock.