Coronavírus faz França fechar todos os lugares abertos ao público

Bares, restaurantes, casas de show, museus param de funcionar a partir do domingo (15); na Alemanha, Berlim e Colônia tomam medida semelhante

Restaurantes vazios em Nice: locais públicos serão fechados em toda a França

Restaurantes vazios em Nice: locais públicos serão fechados em toda a França

Eric Gaillard / Reuters - 13.3.2020

O primeiro-ministro da França, Édouard Philippe, ordenou neste sábado (14) o fechamento, a partir da meia-noite, de todos os locais abertos ao público, exceto o "que for indispensável", devido à difusão da covid-19 nas últimas horas, o que ele atribuiu ao fato de que as instruções oficiais não estavam sendo respeitadas.

O chefe do governo francês reconheceu que "as primeiras medidas adotadas para limitar as reuniões foram aplicadas de maneira imperfeita", o que levou a "uma aceleração da propagação do vírus e, em alguns territórios, um aumento no número de pessoas submetidas a reanimação".

Nas últimas 72 horas, a França duplicou o número de afetados pela covid-19, chegando a 4.500, segund as cifras oficiais. São também 91 mortos, doze mais que na véspera, e 300 pacientes em estado grave.

Na Alemanha, Berlim e Colônia fecham comércio

Na Alemanha, a capital, Berlim, e uma das maiores cidades, Colônia, fecharão todos os bares, clubes, cinemas, teatros e salas de shows. O sistema federalizado alemão exige que cada estado defina as medidas de contenção.

Em Colônia, no oeste da Alemanha, que tem uma população de mais de 1 milhão de habitantes, o fechamento de boates, bares, teatros, cinemas e galerias foi decretado até 10 de abril. Os serviços religiosos também estão proibidos.

Nas duas cidades, restaurantes e bares que servem comida permanecerão abertos.

Até sexta-feira havia 3.062 casos confirmados de coronavírus na Alemanha, com cinco mortes, informou o Instituto Robert Koch para doenças infecciosas.