Coronavírus

Internacional Coronavírus: Japão decide fechar todas as escolas até o fim de março

Coronavírus: Japão decide fechar todas as escolas até o fim de março

A recomendação feita pelo governo acrescenta ao pedido de adiar todos os grandes eventos esportivos ou culturais programados para os próximos dias

A recomendação do governo deve ser implementada por cada autoridade local

A recomendação do governo deve ser implementada por cada autoridade local

EFE/EPA/JIJI PRESS JAPAN

O governo do Japão recomendou nesta quinta-feira (27) o fechamento temporário de todas as escolas de ensino médio e fundamental até o fim do mês de março. A medida é uma tentativa de conter o surto do novo coronavírus, que até agora causou oito mortes no país.

Leia mais: Japão relata mais duas mortes de idosos por coronavírus

O primeiro-ministro japonês Shinzo Abe anunciou a decisão durante uma reunião com seu gabinete para discutir a situação do Covid-19, que já infectou mais de 900 pessoas no país, a maioria delas são os passageiros do cruzeiro Diamond Princess.

"Com base na prioridade de proteger a saúde e segurança das crianças, queremos evitar o possível risco potencial de infecção em larga escala em lugares onde tanto alunos como professores passam muitas horas por dia", disse Abe no início da reunião.

"Estamos fazendo todos os esforços para impedir a propagação do contágio em todos os lugares, e nesse sentido as próximas duas semanas são extremamente importantes", disse o premier.

A recomendação feita hoje pelo governo, que deve ser implementada por cada autoridade local do país, acrescenta ao pedido feito ontem (26) para adiar por duas semanas todos os grandes eventos esportivos ou culturais programados para os próximos dias.

Essas medidas fazem parte da estratégia adotada pelo governo liderado por Abe para conter o novo coronavírus diante do aumento de infecções que foram registradas em diferentes partes do país nas últimas duas semanas.

Últimas