Coronavírus

Internacional Covid-19: México enviará 800 mil vacinas AstraZeneca à Argentina

Covid-19: México enviará 800 mil vacinas AstraZeneca à Argentina

País também anunciou a doação de mais 400 mil doses do imunizante da farmacêutica para Belize, Bolívia e Paraguai

  • Internacional | AFP

México enviará 800 mil doses da vacina AstraZeneca para Argentina e doará para mais 3 países

México enviará 800 mil doses da vacina AstraZeneca para Argentina e doará para mais 3 países

Athit Perawongmetha/Reuters - 07.06.2021

O governo mexicano informou que enviará neste sábado (12) à Argentina as primeiras 800 mil vacinas anticovid da AstraZeneca que produz em parceria com o país sul-americano e anunciou que doou 400 mil doses a Belize, Bolívia e Paraguai.

O chanceler Marcelo Ebrard havia anunciado no dia 25 de maio que até o final daquele mês essas primeiras 800 mil doses da AstraZeneca seriam enviadas para a Argetina. Mas tiveram que aguardar uma liberação final da farmacêutica sueco-britânica.

O ministério das Relações Exteriores informou em nota neste mesmo sábado que esse carregamento seguirá para a Argentina "como parte do acordo de solidariedade que o México assinou com aquele país".

Em 2020, foi acordado com a AstraZeneca e a Universidade de Oxford, desenvolvedores da fórmula, que a Argentina processaria o imunizante enquanto o México cuidaria do envasamento.

O projeto está atrasado por meses, pois a previsão era de que as primeiras doses das 150 milhões que a AstraZeneca destinou à América Latina fossem distribuídas em março.

O ministério informou que neste final de semana 400 mil doses também serão enviadas gratuitamente para três países da região. "100 mil doses serão doadas para Belize, 150 mil para a Bolívia e 150 mil para o Paraguai".

Belize receberá as vacinas neste sábado, enquanto Bolívia e Paraguai receberão no domingo.

O México faz esta doação na qualidade de presidente pro tempore da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC).

A Organização Mundial da Saúde alertou no início de junho que, apesar das promessas de doações, o sistema internacional Covax não tinha vacinas suficientes para este mês e julho.

Covax é o mecanismo pelo qual se busca uma distribuição equitativa de vacinas e garante que os países de baixa renda possam ter acesso a ela.

Durante a semana, os Estados Unidos anunciaram que vão doar 500 milhões de doses e o Reino Unido 100 milhões.

Últimas