Novo Coronavírus

Internacional Covid: Portugal transfere pacientes após sobrecarga no oxigênio

Covid: Portugal transfere pacientes após sobrecarga no oxigênio

Hospitais ficaram lotados depois do número de novos casos disparar nas últimas semanas; fornecimento foi restabelecido

Portugal transfere pacientes de covid-19 para outros hospitais

Portugal transfere pacientes de covid-19 para outros hospitais

Pedro Nunes/Reuters - 26.1.2020

A preocupação com a saturação dos hospitais de Portugal, com registros de internações por covid-19, disparou nas últimas horas no país após a transferência de 50 pessoas do hospital Amadora-Sintra, nos arredores de Lisboa, para outros centros, sobrecarregando sua rede de oxigênio.

O centro atingiu um estado de "sobrecarga" na noite de terça-feira (26), apesar de ter instalado uma torre de oxigênio extra na semana passada, devido ao elevado número de pacientes atendidos: mais de 300, quando seu plano de contingência previa no máximo 120 pacientes com o novo coronavírus.

Diante da sobrecarga de trabalho, a capacidade de oxigênio disponível começou a falhar, obrigando cerca de 48 pessoas a serem encaminhadas a outros hospitais da cidade.

O fornecimento de oxigénio já foi restabelecido, disse hoje o Amadora-Sintra, embora o episódio tenha ligado o alarme em Portugal, onde há semanas existe a alerta com o colapso por parte dos profissionais da saúde, preocupados com o descontrole da terceira onda do coronavírus.

Portugal registrou 291 mortes por covid-19, o recorde diário desde o início da pandemia, e os hospitais estão em colapso com um total de 6.472 pessoas internadas, das quais 765 estão em cuidados intensivos.

Desde o início da pandemia, o país somou 11.012 mortes por covid-19 e um total de 653.878 positivos.

Nos últimos dias, a área mais afetada é a região de Lisboa e Vale do Tejo, onde hoje foram notificados 145 dos 291 óbitos e mais da metade dos infectados no país.

Últimas