Internacional Cubanos sobrevivem por 33 dias em ilha deserta após naufrágio 

Cubanos sobrevivem por 33 dias em ilha deserta após naufrágio 

Guarda Costeira dos Estados Unidos encontrou o grupo durante patrulhamento em uma área entre a Flórida e Cuba

  • Internacional | Do R7

Três cubanos ficaram 33 dias perdidos em ilha deserta

Três cubanos ficaram 33 dias perdidos em ilha deserta

Reprodução Twitter / @USCGSoutheast

A Guarda Costeira dos Estados Unidos localizou na terça-feira (9) três cubanos, dois homens e uma mulher, que foram parar em uma ilha deserta nadando após a embarcação em que estavam naufragar. 

A pequena ilha chamada Anguilla Cay, localizada na Flórida keys, arquipélago entre a Flórida e Cuba, tinha poucos recursos e o trio se alimentou apenas de coco durante os 33 dias em que ficaram perdidos. 

Pelas imagens compartilhadas no Twitter pela própria Guarda Costeira, é possível ver que os cubanos conseguiram improvisar uma cabana com paus, pedras e lonas plásticas para se abrigar enquanto esperavam e torciam pela chegada de socorro.

O resgate

A equipe de Guarda Costeira conseguiu perceber que pessoas estavam pedindo ajuda naquela ilha ao perceber pedaços de panos sendo agitados no ar para tentar chamar a atenção.

Por não terem os equipamentos necessários para o resgate naquele momento, a tripulação decidiu lançar do avião comida, água e um rádio comunicador.

Em seguida, um helicóptero foi deslocado para retirar os náufragos da ilha. Cada um dos cubanos foi içado do solo com a ajuda de uma gaiola de resgate.

Os três foram levados para um hospital na Flórida, onde receberam os cuidados médicos. Os cubanos não tinham ferimentos graves e foram encaminhados para o Serviço de Imigração e Alfândega dos EUA.

Últimas