Internacional Dinamarca abandona uso da vacina de Oxford para imunizar população

Dinamarca abandona uso da vacina de Oxford para imunizar população

Agência Europeia de Medicamentos e da OMS recomendam o uso do imunizante contra covid-19 apesar de efeitos colaterais

  • Internacional | Do R7, com AFP

Dinamarca decidiu retirar a vacina de Oxford de sua campanha de imunização contra covid-19

Dinamarca decidiu retirar a vacina de Oxford de sua campanha de imunização contra covid-19

GABRIEL BOUYS / AFP

A Dinamarca decidiu abandonar definitivamente a vacina de Oxford contra a covid-19 por seus "raros mas graves" efeitos colaterais, anunciaram nesta quarta-feira as autoridades de saúde, o que faz do país a primeira nação europeia a tomar a decisão.

Apesar das orientações da Agência Europeia de Medicamentos e da Organização Mundial da Saúde a favor de seu uso, "a campanha de vacinação na Dinamarca continua sem a vacina de Oxford", afirmou o diretor da Agência Nacional de Saúde, Søren Brostrøm, em uma entrevista coletiva.

Diversos paíse que estavam utilizando a vacina de Oxford em suas camapanhas de imunização relataram casos de pessoas que desenvolveram coágulos no sangue após a aplicação. O efeito colateral teria sido o responsável pela morte de pessoas na Noruega, na Dinamarca e na Alemanha.

Espanha, Portugal, Alemanha, Holanda entre outros países do continente europeu decidiram suspender temporariamente o uso da vacina no mês de março por precaução enquanto aguardavam um posicionamento das autoridade internacionais de saúde.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) também investiga a relação do imunizante com a formação de coágulos no sangue, mas não há qualquer recomendação para a suspensação, mesmo que temporária, do uso da vacina de Oxford para imunizar a população.

Últimas