China

Internacional Disneylândia de Xangai fecha após detectar um caso de Covid-19

Disneylândia de Xangai fecha após detectar um caso de Covid-19

Parque recebeu mais de 30 mil visitantes no fim de semana e todos foram testados nesta segunda-feira (1º)

AFP
A Disneylândia de Xangai ficou fechada nesta segunda-feira (1º) após detectar um caso de Covid-19

A Disneylândia de Xangai ficou fechada nesta segunda-feira (1º) após detectar um caso de Covid-19

AFP - 01/11/2021

A Disneylândia de Xangai fechou nesta segunda-feira (1º) após uma mulher que visitou o parque testar positivo para Covid-19 quando voltou para casa em uma província vizinha, informou a imprensa estatal.

Cerca de 34 mil pessoas que passaram pelas atrações do local e todas foram testadas na manhã desta segunda-feira (1º), disse uma autoridade da cidade de Xangai.

O parque começou no último domingo (31) a testar todos os visitantes para o vírus no momento da saída dos visitantes.

Imagens da televisão estatal mostraram trabalhadores de saúde em trajes de proteção dentro da Disneylândia, enquanto visitantes usando máscaras esperavam sob fogos de artifício no castelo do parque.

A Disneylândia de Xangai ficará fechada pelo menos até terça-feira (2) para "acompanhar os requisitos de prevenção e controle da pandemia".

Enquanto isso, o recém-inaugurado parque do Universal Studios em Pequim disse no sábado (30) que detectou contatos próximos de pessoas infectadas entre os visitantes do fim de semana anterior.

Todos os funcionários do parque temático testaram negativo para a Covid-19 e nenhum traço do vírus foi detectado no local, observou o parque.

As autoridades chinesas não deram sinais de afrouxar sua política estrita de Covid zero. Pequim sediará os Jogos de Inverno em fevereiro, e as autoridades disseram que erradicar o vírus é seu maior desafio na preparação. Atualmente, há 6 milhões de pessoas em confinamento, especialmente no norte da China.

Mi Feng, porta-voz da Comissão Nacional de Saúde, disse em uma entrevista coletiva no sábado que as autoridades manterão uma "proibição estrita de pessoas em comunidades confinadas deixarem suas casas".

Pequim impôs no sábado novas medidas de controle, como o fechamento de cinemas em um distrito. Em outra parte do país, e após registrar dois novos casos no domingo, a cidade de Harbin (nordeste), de 10 milhões de habitantes, confinou dois complexos residenciais, fechou escolas por uma semana e suspendeu as ligações de ônibus interprovinciais.

Um condado na província de Hebei (norte), vizinho a Pequim, também pediu a seus 220 mil residentes que ficassem em casa após a descoberta de novas infecções.

Últimas