Internacional Ekaterini Sakelaropulu é eleita 1ª mulher presidente da Grécia

Ekaterini Sakelaropulu é eleita 1ª mulher presidente da Grécia

Juíza obteve 261 votos, acima dos 200 necessários para ser eleita, graças ao apoio de quase todos os deputados do partido no governo

O Parlamento da Grécia elegeu nesta quarta-feira (22), com grande maioria, a juíza Ekaterini Sakelaropulu como a primeira mulher presidente do país.

Sakelaropulu obteve 261 votos, bem acima dos 200 necessários para ser eleita nesta primeira votação, graças ao apoio de quase todos os deputados do partido no governo, o conservador Nova Democracia e dos maiores partidos da oposição: o Syriza, de esquerda, e Movimento de Mudança, da coalizão de centro-esquerda.

"Hoje a Grécia entra em uma nova era. O país entra na terceira década do século 21 com uma mulher presidente. Desejo à senhora Sakelaropulu uma presidência bem-sucedida", disse o primeiro-ministro Kyriakos Mitsotakis após a eleição.

Após a aprovação da candidatura proposta pelo próprio Mitsotakis, Sakelaropulu deve assumir o cargo no dia 13 de março - um dia após o término do mandato de seu antecessor, Prokopis Pavlopoulos.

Tendência progressiva

Ekaterini Sakelaropulu não é filiada a algum partido, embora sua tendência progressiva seja bem conhecida.

Ela também foi pioneira na Grécia, tornando-se em 2018 na primeira mulher a presidir o Supremo Tribunal Administrativo.

Na Grécia, é muito comum os governos de esquerda proporem presidentes conservadores e vice-versa, para passar uma imagem de consenso institucional.