Reino Unido

Internacional Elizabeth II foi proibida de ingerir bebidas alcoólicas, diz revista

Elizabeth II foi proibida de ingerir bebidas alcoólicas, diz revista

A publicação Vanity Fair informou que a dona do trono britânico foi aconselhada por médicos a beber somente em ocasiões especiais

  • Internacional | Lucas Ferreira, do R7

Aos 95 anos, a rainha Elizabeth II esbanja energia no Reino Unido

Aos 95 anos, a rainha Elizabeth II esbanja energia no Reino Unido

Chris Jackson/POOL/AFP - 17.07.2020

A revista americana Vanity Fair divulgou na última quinta-feira (14), em sua versão virtual, que a rainha Elizabeth II foi proibida de ingerir bebidas alcoólicas. Segundo a publicação, os médicos da realeza pediram que a majestade britânica bebesse apenas em ocasiões especiais.

A recomendação dada à rainha, de acordo com uma fonte da Vanity Fair, não causa alarde na família real, já que seria apenas uma precaução dos médicos com Elizabeth II, que tem 95 anos.

Apesar de não ser vista com frequência bebendo em público, a rainha toma todas as noites um dry martini — drinque que leva gim, vermute branco seco, casca de limão-siciliano e uma azeitona. A bebida favorita de Elizabeth II também era a preferida do príncipe Philip, que faleceu em abril deste ano.

Fontes que convivem com a família real afirmam que a rainha não costuma consumir álcool em outras refeições, com exceção de um vinho alemão suave durante o jantar.

Além de apreciar o dry martini, Elizabeth II seria uma grande fã de Dubonnet, um drinque à base de vinho com ervas e especiarias, bem como de gim — bebida alcoólica preferida de Elizabeth, a Rainha Mãe.

Ainda que tenha sido vista usando bengala em uma última aparição pública, Elizabeth II se encontra em perfeito estado de saúde para uma mulher de 95 anos. Entre os integrantes da família real, a rainha continua esbanjando muita energia.

Últimas