Brexit: Reino Unido fora da União Europeia
Internacional Em carta, Johnson avisa que dirá à UE ser contra prorrogação do Brexit

Em carta, Johnson avisa que dirá à UE ser contra prorrogação do Brexit

O primeiro ministro britânico decidiu não submeter neste sábado (19) a votação o acordo do Brexit negociado com Bruxelas

Em carta, Johnson avisa que dirá à UE ser contra prorrogação do Brexit

Em carta, Johnson avisa que dirá à UE ser contra prorrogação do Brexit

Em carta, Johnson avisa que dirá à UE ser contra prorrogação do Brexit

REUTERS/Francois Lenoir/17.10.2019

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, enviou neste sábado uma carta aos deputados informando-os que dirá à União Europeia (UE) que outra prorrogação do Brexit não seria a solução ideal para a atual crise.

Johnson decidiu não submeter hoje a votação o acordo do Brexit negociado com Bruxelas, depois que os deputados apoiaram uma emenda que obriga a solicitação do atraso da saída britânica da UE além do próximo dia 31.

Leia mais: Johnson "soa derrotado" após votação sobre Brexit, diz Sturgeon

"Deixei claro que não quero mais atrasos. Os líderes europeus deixaram claro que não querem mais atrasos. Lamento muito que hoje a Câmara (dos Comuns) tenha votado a favor de mais atrasos", escreveu o premier aos deputados.

A emenda, impulsionada pelo deputado ex-conservador e agora independente Oliver Letwin, foi apoiada por 322 votos a favor e 306 contra em uma sessão extraordinária na Câmara dos Comuns.

Johnson agora tem um prazo até 23h59 (hora local) de hoje para solicitar uma extensão da saída britânica em virtude da Lei Benn, que estabelece a necessidade de pedir uma prorrogação das negociações se não houvesse consenso até hoje.

Entenda: Por que o Parlamento britânico decidiu atrasar o Brexit

"Na próxima semana, este governo introduzirá a legislação de que precisamos para deixar a União Europeia com o nosso grande novo acordo em 31 de outubro", afirmou Johnson, na carta enviada aos parlamentares.

Segundo os veículos de imprensa locais, Johnson conversou hoje com o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, e o comunicou que lhe enviará a carta solicitando a prorrogação do Brexit.

Confira: UE diz que cabe ao Reino Unido informar sobre os passos do Brexit

A emenda aprovada hoje pretende funcionar como salvaguarda de segurança caso o processo parlamentar da lei do Brexit não seja concluído no próximo dia 31 e evite que o Reino Unido deixe a UE sem acordo.