Internacional Em contraofensiva, Ucrânia ataca ponte estratégica em cidade do sul do país ocupada pela Rússia 

Em contraofensiva, Ucrânia ataca ponte estratégica em cidade do sul do país ocupada pela Rússia 

Forças ucranianas tentam recuperar territórios perdidos em Kherson nos primeiros dias da invasão russa 

AFP
Soldados ucranianos são vistos em um tanque em uma estrada na região de Donetsk

Soldados ucranianos são vistos em um tanque em uma estrada na região de Donetsk

Anatolii Spepanov/AFP - 20.07.2022

As forças ucranianas destruíram parcialmente uma ponte estratégica em Kherson, cidade ocupada pela Rússia no sul do país e capital da região de mesmo nome, disseram autoridades da ocupação nesta quarta-feira (27).

A ponte Antonovski é fundamental porque é a única que liga a cidade à margem sul do rio Dnieper e ao resto da região.

"Aqueles que atacaram a ponte tornaram a vida um pouco mais difícil para a população", disse Kirill Stremousov, representante das autoridades de ocupação russas, à mídia russa, minimizando o impacto do fechamento da estrada.

Ponte Antonovski fechada para civis depois de ataque em meio ao conflito entre Ucrânia e Rússia

Ponte Antonovski fechada para civis depois de ataque em meio ao conflito entre Ucrânia e Rússia

Alexander Ermochenko/Reuters - 27.07.2022

"Não terá qualquer influência no resultado da luta", acrescentou, sem dar detalhes sobre a extensão dos danos. Segundo ele, "tudo está planejado" e o Exército russo vai instalar pontes militares para poder atravessar o rio.

Kherson está localizada a poucos quilômetros do front, onde as forças ucranianas lançaram uma contraofensiva visando recuperar os territórios perdidos nos primeiros dias da invasão russa da Ucrânia.

"Os ocupantes terão que aprender a nadar para cruzar o Dnieper. Ou deixar Kherson quando ainda puderem fazê-lo", escreveu Mikhailo Podoliak, assessor da Presidência ucraniana, no Twitter.

Natalia Goumeniouk, porta-voz do comando sul das Forças Armadas ucranianas, também confirmou à mídia ucraniana que a ponte foi bombardeada. "A artilharia é destinada a desmoralizar as tropas do inimigo", afirmou.

A contraofensiva ucraniana na região já conseguiu recuperar terreno nas últimas semanas e se aproximou do front de Kherson. A região é estratégica, pois faz fronteira com a península da Crimeia, anexada por Moscou em 2014.

Ao ocupar Kherson, a Rússia conseguiu conectar os dois territórios. As autoridades de ocupação planejam organizar um referendo para anexar Kherson e a região vizinha de Zaporizhzhia.

Guerra na Ucrânia faz cinco meses em meio a avanço russo no leste e sem perspectivas de cessar-fogo

Últimas