Internacional Em pleno sucesso e namorando, Xuxa completa 50 anos nesta quarta

Em pleno sucesso e namorando, Xuxa completa 50 anos nesta quarta

Rio de Janeiro, 27 mar (EFE).- Xuxa, a eterna "Rainha dos Baixinhos", completa nesta quarta-feira 50 anos em pleno sucesso e festejando um ótimo momento em sua vida pessoal. A apresentadora, que gravou nesta semana uma edição especial de seu programa "TV Xuxa", da "Rede Globo", afirmou em entrevista coletiva que não tinha pensado em comemorar seu aniversário, mas que sua mãe, que sofre de Parkinson, o pediu. "Como é 50 anos, vai rolar o bolinho da mãe, o beijo das pessoas mais próximas", contou, em entrevista coletiva. Entre essas pessoas mais próximas estará seu namorado, o ator e cantor Junno Andrade, com quem vive trocando juras de amor. A mais recente aconteceu durante a gravação do especial. "Bom é chocolate, ele é muito bom", afirmou Xuxa na coletiva ao comentar o depoimento que seu amado fez sobre ela para o programa. Em declarações publicadas nesta semana na revista "Veja", Xuxa declarou que não se preocupa com as rugas, os cabelos brancos ou os quilos a mais, e que o segredo para manter seu rosto jovem é passar polpa de mamão e colocá-lo em uma bacia com água e gelo. Xuxa nasceu em 1963 em Santa Rosa, no Rio Grande do Sul, mas foi criada no subúrbio do Rio de Janeiro. Nos anos 80, começou a trabalhar como modelo, posando para diversas revistas, entre elas a "Playboy", e ganhou notoriedade por namorar ninguém menos que Pelé. Em 1983, passou a comandar o "Clube da Criança", seu primeiro programa infantil, na "TV Manchete", e três anos mais tarde foi para a "Rede Globo" para apresentar o "Xou da Xuxa". Além do romance com Pelé, Xuxa também teve um relacionamento marcante com Ayrton Senna e outro com o empresário, modelo e ator Luciano Szafir, com quem teve sua única filha, Sasha. No ano passado, Xuxa revelou em uma polêmica entrevista que tinha sofrido abuso sexual na infância, e por isso desde então sempre se preocupou com a proteção dos direitos das crianças. Sua confissão fez com que aumentassem as denúncias de pedofilia no país, segundo a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência. Recentemente, Xuxa ganhou uma disputa judicial para proibir a reedição do filme erótico "Amor, Estranho Amor", que gravou em 1982, quando tinha 19 anos, e no qual aparece seduzindo um menino de 13 anos. EFE jbl/jt/id