Brexit: Reino Unido fora da União Europeia
Internacional Embaixador britânico na União Europeia renuncia ao cargo

Embaixador britânico na União Europeia renuncia ao cargo

Divergências com o governo da premiê Theresa May podem ter provocado a renúncia

Embaixador britânico na União Europeia renuncia ao cargo

Sir Ivan Rogers anunciou que está renunciando ao cargo de embaixador britânico na União Europeia

Sir Ivan Rogers anunciou que está renunciando ao cargo de embaixador britânico na União Europeia

REUTERS/Francois Lenoir

O embaixador britânico na União Europeia, Sir Ivan Rogers, surpreendeu nesta terça-feira (3) e anunciou que está renunciando ao cargo, informa a mídia do país.

O anúncio ocorre a poucos meses do início do processo formal de saída da Grã-Bretanha do bloco econômico, após um referendo no ano passado pedir a saída.

Rogers era considerado um dos melhores e mais experientes negociadores políticos e a medida deixou "em choque" os demais diplomatas britânicos, segundo informou o jornal The Financial Times.

Migração da UE para o Reino Unido atingiu recorde antes do Brexit, diz levantamento

Trump e Brexit: 5 fatores em comum

O periódico ainda consultou fontes próximas a Rogers, mas ninguém soube dizer qual foi a razão oficial para ele deixar o cargo. No entanto, há a especulação de que divergências com o governo da premier Theresa May tenham provocado a renúncia.

Rogers estava no cargo desde 2013, ainda durante o governo do ex-premier David Cameron, e trabalhou nas negociações para o famoso "Brexit" desde que a população britânica optou por isso.

Apesar do referendo, o governo britânico ainda não iniciou formalmente sua saída do bloco, com a ativação do artigo 50 do Tratado de Lisboa.

Segundo May, esse passo deve ser dado nos primeiros meses desse ano, mas uma ação judicial - que ainda está em trâmite na Suprema Corte - pode fazer com que a medida tenha que passar pelo Parlamento.