Internacional Enchente em província no norte do Afeganistão provoca 79 mortes

Enchente em província no norte do Afeganistão provoca 79 mortes

Pelo menos 105 pessoas ficaram feridas e 500 imóveis foram danificados pelas fortes chuvas que inundaram de surpresa a cidade de Charikar

  • Internacional | Da EFE

Inundação danificou pelo menos 500 casas na cidade de Charikar

Inundação danificou pelo menos 500 casas na cidade de Charikar

Hedayatullah Amid / EFE - EPA - 26.8.2020

Uma enchente registrada no norte do Afeganistão matou 79 pessoas e deixou 105 feridos, pelo menos, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (26) pelas autoridades locais, que ainda indicaram que cerca de 500 residências foram danificadas.

Leia também: O mistério por trás da garota afegã que fuzilou talebãs com AK-47 para defender a família

Devido às fortes chuvas na cidade de Charikar, capital da província de Parwan, a cheia dos rios locais começou a ficar mais intensa durante a madrugada, enquanto grande parte da população dormia, pegando a todos de surpresa.

"Era como o dia do juízo final. A inundação começou entre 3h e 3h30. Todo mundo acordou e tentou se salvar, mas ninguém sabia onde estavam as outras pessoas. Minha mãe ficou presa no sótão da casa e morreu", lamentou o jovem Samiullah, ouvido pela equipe da Agência Efe.

A informação sobre os 79 mortos e 105 feridos foi dada pelo diretor de Saúde Pública de Parwan, Safiullah Warasta. Já o porta-voz do governo da província, Rahmatullah Haidari, explicou que os trabalhos de resgate seguem na área.

"Seguem recuperando corpos, buscando desaparecidos, dando assistência aos afetados e desobstruindo vias bloqueadas", afirmou.

500 casas atingidas

Oficialmente, não há um balanço de pessoas que ainda não foram localizadas após a enchente. Por outro lado, as autoridades locais indicam que cerca de 500 casas sofreram danos por causa do temporal, que atingiu a região.

Segundo o porta-voz do Departamento de Gestão de Desastres do governo do Afeganistão, Ahmad Tamim Azimi, também houve impacto da forte chuva na província de Maidan Wardak, onde morreram duas pessoas e há cinco feridos. Já em Nangarhar, registraram-se dois óbitos.

Últimas