Novo Coronavírus

Internacional Equador entra em alerta após registrar 2 mil novos casos de covid

Equador entra em alerta após registrar 2 mil novos casos de covid

Com o aumento recente no número de casos, o Comitê de Operações de Emergência ampliou as restrições de mobilidade nas províncias 

  • Internacional | Da EFE

Família é desinfetada após idoso morrer em táxi com suspeita de covid-19

Família é desinfetada após idoso morrer em táxi com suspeita de covid-19

José Jácome/ EFE/ 15.07.2020

O Equador registrou nesta quinta-feira (30) mais 2.091 casos de infecção pelo novo coronavírus e 34 mortes em decorrência da covid-19, segundo dados apresentados pelo Ministério da Saúde do país.

Com isso, o contágio no território alcançou 84.370 pessoas, e os óbitos confirmados saltaram para 5.657.

De acordo com os números oficiais, há 3.468 falecimentos considerados para a doença provocada pelo patógeno.

Com a aceleração recente no número de casos, o Equador voltou a superar a média de mil novos casos diários e de 30 mortos ao longo de sete dias, o que aumenta o alerta no país.

A capital equatoriana, Quito, segue registrando o maior número de infecções, dessa vez com 256 em 24 horas, elevando o total para 13.212, o que mantém a cidade como epicentro da pandemia.

Guayaquil, mais afetada no início da propagação do novo coronavírus, teve mais 15 casos divulgados hoje, elevando o total para 11.922.

No começo de junho, o governo do Equador começou a relaxar as restrições impostas para conter o patógeno que provoca a covid-19, colocando em vigor um mecanismo de desescalada denominado "semaforização epidemiológica".

Na última semana, com o aumento recente no número de casos, o Comitê de Operações de Emergência (COE) iniciou a ampliação de restrições de mobilidade nas províncias com mais casos recentes de infecção.

Últimas