Coronavírus

Internacional Eslováquia anuncia lockdown para não vacinados contra Covid-19

Eslováquia anuncia lockdown para não vacinados contra Covid-19

Com apenas 45% da população imunizada, país recorre a confinamento para tentar conter disseminação do coronavírus

A Eslováquia bateu recorde de novos casos em um só dia nesta semana

A Eslováquia bateu recorde de novos casos em um só dia nesta semana

Jakub Gavlak / EFE - EPA - Arquivo

A Eslováquia anunciou nesta quinta-feira (18) um lockdown exclusivo para pessoas que não tenham se vacinado contra a Covid-19.

A medida entra em vigor na próxima segunda (22) e valerá por pelo menos três semanas. Nesse período, apenas indivíduos imunizados ou que tenham se curado da doença nos últimos seis meses poderão ir a restaurantes, shoppings, lojas de itens não essenciais e eventos esportivos.

Além disso, foi determinada a obrigatoriedade de testar os cidadãos não vacinados no trabalho em todas as regiões mais afetadas pela emergência sanitária.

O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro eslovaco, Eduard Heger, em uma coletiva de imprensa transmitida ao vivo pela TV local, segundo o jornal The Guardian.

O país de 5,5 milhões de habitantes registrou um número recorde de casos nos últimos dias, ultrapassando os 8 mil novos contágios na última terça-feira (16). Além disso, desde o início da semana, está sofrendo com falta de leitos de terapia intensiva.

Atualmente, a Eslováquia tem uma das taxas de vacinação anti-Covid mais baixas da União Europeia (UE), com 45% da população imunizada, em comparação com a média do bloco de 65%.

De acordo com o premiê, as pessoas vacinadas serão as primeiras a se beneficiar da redução das restrições.

Nas últimas semanas, vários países europeus estão discutindo a volta de algumas medidas protetivas por causa do aumento exponencial de casos de Covid-19. A República Tcheca, por sua vez, determinou o uso do certificado sanitário em todos os locais públicos.

Últimas