Novo Coronavírus

Internacional Espanha chega a 200 mil casos de covid-19; mortes seguem em queda

Espanha chega a 200 mil casos de covid-19; mortes seguem em queda

Foram 399 óbitos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo informou o Ministério da Saúde local

  • Internacional | Da EFE

Em Valência, casal expressa luto por mortos na pandemia do novo coronavírus

Em Valência, casal expressa luto por mortos na pandemia do novo coronavírus

Biel Aliño / EFE - 19.4.2020

A Espanha ultrapassou, nesta segunda-feira (20), a marca de 200 mil casos do novo coronavírus, mas as mortes diárias pela pandemia da covid-19 continuam caindo, com 399 nas últimas 24 horas, segundo informou o Ministério da Saúde local.

O número total de vítimas caiu pelo terceiro dia consecutivo, totalizando até o momento 20.852.

Hoje também foram registrados 2.881 novos casos, de acordo com os critérios iniciais, aos quais devem ser acrescentados outros 1.385 devido aos novos testes realizados em "casos antigos", adicionando 4.266 novas infecções diárias, chegando a um total de 200.210, ou seja, mais 2,2%.

O porta-voz do Ministério da Saúde para a pandemia, Dr. Fernando Simón, disse que esses números dão "muita esperança" de que os novos casos diários sejam inferiores a 3 mil e as mortes não cheguem a 400.

Na semana passada, o número de óbitos mostrou um "declínio claro", enfatizou Simón, durante entrevista coletiva, para estes são "números muito encorajadores dentro de tendências descendentes".

Além disso, 80.587 pessoas receberam alta, 4,14% a mais do que nas últimas 24 horas, o que já representa 40,25% de todos os casos registrados.

Outra boa notícia é que a diminuição de novos pacientes hospitalizados e internações em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) continua, com mais 0,7% e 0,8%, respectivamente.

Embora as segundas-feiras sejam geralmente dias de recuperação desses números, pois alguns dados não apresentados durante o fim de semana são atualizados, hoje a diminuição das mortes continuou (21 a menos que ontem).

"A incidência está diminuindo muito, ainda mais do que pensávamos", concluiu Fernando Simón.

Madri continua sendo a região mais afetada, com 56.963 casos, seguida pela Catalunha, com 41.676 infecções pelo novo coronavírus.

Últimas