Coronavírus

Internacional Espanha prorroga restrições a voos de Brasil e África do Sul até junho

Espanha prorroga restrições a voos de Brasil e África do Sul até junho

Exceções incluem espanhóis, andorranos, residentes em ambos os países, trabalhadores de determinados setores e outros

Restrições a viajantes entraram em vigor no país em 2 de fevereiro

Restrições a viajantes entraram em vigor no país em 2 de fevereiro

Hector RETAMAL / AFP

O governo da Espanha prorrogou novamente, dessa vez até 8 de junho, as restrições aos voos do Brasil e da África do Sul para conter a entrada das variantes do novo coronavírus. Desta forma, apenas as aeronaves destes países ocupadas por espanhóis, andorranos ou residentes em ambos os países podem aterrissar nos aeroportos espanhóis.

A porta-voz do Executivo espanhol, María Jesús Montero, explicou nesta terça-feira (18) hoje que estas limitações são adotadas para evitar a propagação de infecções da covid-19.

A medida entrará em vigor à meia-noite do dia 25 de maio, quando a atual prorrogação terminar, e se extenderá até a meia-noite de 8 de junho.

Os passageiros em trânsito internacional para um país que não pertença ao espaço Schengen (espaço comum da União Europeia) com uma escala inferior a 24 horas sem sair da zona de trânsito do aeroporto espanhol também poderão viajar nestes aviões.

O Ministério da Saúde espanhol especificou em um comunicado de imprensa que estas restrições, que entraram em vigor em 2 de fevereiro, não afetam o pessoal aeronáutico necessário para realizar atividades de transporte aéreo.

Além disso, estão previstas outras isenções relativas a voos de aeronaves do Estado, serviços de busca e salvamento, voos com escala em território espanhol para fins não comerciais e que têm como destino final outro país, voos de carga exclusivos, voos posicionais e humanitários, assim como médicos ou de emergência.

Últimas