Novo Coronavírus

Internacional Espanha tenta conter novos surtos de covid-19 que avançam pelo país

Espanha tenta conter novos surtos de covid-19 que avançam pelo país

Medidas foram aplicadas para conter os surtos de covid-19 na região metropolitana de Barcelona e em duas regiões da província de Girona

  • Internacional | Da EFE

Polícia monitora praias de Barcelona

Polícia monitora praias de Barcelona

Alejandro García - EFE/EPA 20.07.2020

Novos surtos de covid-19 ocorrem na Espanha, com centenas de pessoas infectadas, especialmente na Catalunha, enquanto as autoridades restringem as atividades sociais, recomendam comportamentos responsáveis e forçam o uso de uma máscara em todos os locais públicos e sob qualquer circunstância na maior parte do país.

Ministério da Saúde registrou na última sexta-feira 628 infecções em um único dia, o número mais elevado desde o final do estado de alarme, em 21 de junho.

Os governantes regionais tentam impedir reuniões, concentrações e celebrações em massa, já que vários surtos se originam desse tipo de aglomeração. Foi necessário também o fechamento do acesso às praias, que estão muito lotadas nesses dias quentes e no meio da alta temporada pelas férias do verão europeu.

Ontem, a Catalunha estendeu as medidas já aplicadas para conter os surtos de covid-19 na região metropolitana de Barcelona e em duas regiões da província de Girona, para os outros dois municípios da comunidade. Neste momento, o confinamento no perímetro de Barcelona não está sendo considerado.

As mais de 1,2 mil infecções no último sábado foram reduzidas para pouco mais de 900 ontem, e o número de pacientes admitidos já é de 60.

As autoridades catalãs aconselham a não deixar as casas, exceto o "essencial" - a não ir para uma segunda residência; proibir reuniões de mais de dez pessoas, limitam a capacidade de bares e restaurantes a 50%; cinemas, teatros, boates e academias estão fechados; Estão proibidas as visitas a asilo e recomendam que os shopping centers controlem o acesso, além de mais medidas de higiene.

Últimas