Novo Coronavírus

Internacional Estabelecimentos e universidades de Pequim serão desinfectados

Estabelecimentos e universidades de Pequim serão desinfectados

Testes em massa também estão sendo realizados. A prioridade das autoridades locais é impedir que o vírus se espalhe ou alcance outras cidades

Testes têm sido realizados após surto de casos de covid-19 em mercado

Testes têm sido realizados após surto de casos de covid-19 em mercado

Roman Pilipey /EFE/EPA - 17.06.2020

As autoridades de saúde de Pequim anunciaram nesta quarta-feira (17) que irão desinfetar todos os mercados, restaurantes e campus universitários da capital da China, além de realizar testes de covid-19 em seus trabalhadores e gerentes.

O porta-voz municipal, Xu Hejian, disse em entrevista coletiva que realizará "uma inspeção preventiva abrangente em todos os mercados, restaurantes e cantinas", que incluirá a realização de testes de ácido nucleico.

Essa medida é tomada após a capital chinesa ter elevado ontem (16) o nível de alerta de saúde de 3 para 2, após o surto do novo coronavírus no principal mercado de Pequim, com 137 casos desde a última quinta-feira (11).

A desinfecção de todos os restaurantes em Pequim e os testes fazem parte de uma operação em grande escala, considerando a quantidade significativa de estabelecimentos na região, que são dezenas de milhares.

Desde ontem, Pequim já desinfetou 276 mercados de produtos agrícolas e fechou 11 mercados subterrâneos e semi-subterrâneos, além de 33.173 serviços de entrega de alimentos em casa.

Xu disse que espera concluir hoje a desinfecção de mercados e restaurantes, embora os testes com ácidos nucleicos provavelmente demorem mais tempo.

A prioridade das autoridades é impedir que o vírus se espalhe ou alcance outras cidades.

Últimas