Estado de emergência no Japão é estendido até o final de maio

Alerta poderá ser suspenso antes do prazo caso número de casos recue. Até o momento, mais de 15 mil pessoas foram infectadas e 510 morreram no país

Estado de emergência no Japão é estendido

Estado de emergência no Japão é estendido

Eugene Hoshiko/Pool via REUTERS - 4.5.2020

O estado de emergência de saúde, em vigor no Japão desde 7 de abril e terminou na última quarta-feira (29), foi prorrogado até o próximo dia 31, conforme anunciado oficialmente nesta segunda-feira (4) pelas autoridades locais.

A extensão foi anunciada pelo primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, durante reunião da equipe do governo que supervisiona as ações para impedir uma maior disseminação da pandemia da covid-19, que no país já causou mais de 500 mortes.

Sobre a reunião, transmitida pela televisão pública, Abe disse que no próximo dia 14 acontecerá um encontro de especialistas para analisar a situação.

No entanto, o premiê afirmou que o alerta de saúde pode até ser levantado antes do dia 31, mas isso depende do número de infecções.

Abe convocou para hoje uma entrevista coletiva para fornecer mais explicações sobre a decisão tomada por seu governo.

O alerta afetou inicialmente a área metropolitana de Tóquio e seis outras províncias, embora mais tarde tenha sido estendido a todo o país.

O último balanço oficial indica que 15.057 pessoas foram infectadas no Japão desde o primeiro caso, surgido em meados de janeiro, e 510 pessoas morreram por covid-19.

Em Tóquio, cidade com cerca de 14 milhões de pessoas, 4.568 casos foram registrados e 145 pessoas morreram, segundo os últimos dados oficiais.