Estados Unidos

Internacional Estados Unidos negam ter abandonado cachorros em Cabul

Estados Unidos negam ter abandonado cachorros em Cabul

Fotos que mostram animais trancados em gaiolas não teriam sido tiradas no aeroporto após a partida dos militares americanos

AFP
Jornalista paquistanesa fez um post no Twitter em que denuncia os EUA por terem, supostamente, abandonado seus cães

Jornalista paquistanesa fez um post no Twitter em que denuncia os EUA por terem, supostamente, abandonado seus cães

Reprodução: Twitter (@sumrkhan1)

Os Estados Unidos desmentiram na terça-feira (31) que seus militares tenham abandonado alguns dos seus cães no aeroporto de Cabul na retirada final do Afeganistão. Uma jornalista de um veículo paquistanês, Sumaira Khan, fez um post no Twitter indicando que isso teria acontecido

Leia também: Conheça o Talibã, grupo radical que está no controle do Afeganistão

"Ao contrário das informações imprecisas, o exército americano não deixou cães em jaulas no aeroporto internacional Hamid Karzai, e particularmente nenhum suposto cão militar", garantiu o porta-voz do Pentágono, John Kirby.

Fotos difundidas nas redes sociais mostram cães em refúgios de animais no Afeganistão que não estão sob a responsabilidade do exército americano, acrescentou o funcionário no Twitter.

Citando fontes apresentadas como confiáveis, a organização de defesa dos animais PETA fez um apelo mais cedo ao presidente Joe Biden para que intervenha e permita a repatriação dos cães.

Leia também: Talibã: 7 pontos importantes para entender o grupo extremista

A associação evocou a situação de "cerca de 70 cães antiexplosivos sentados em jaulas na pista do aeroporto" e outros 60 de diferentes especialidades, "trancados em um canil em um hangar do aeroporto, sofrendo calor, sem acesso suficiente a água ou comida".

"Além disso, dezenas de animais de estimação que pertencem a famílias americanas evacuadas (...) aparentemente foram soltos (...), com poucas chances de sobreviver", afirmou a PETA.

Últimas