Novo Coronavírus

Internacional 'Estamos em guerra' contra a covid-19, diz secretário-geral da ONU

'Estamos em guerra' contra a covid-19, diz secretário-geral da ONU

António Guterres destacou disparidade na vacinação entre países ricos e pobres e pediu para G20 ajudar na fabricação de vacinas

AFP
Guterres pediu para países adotarem lógica de guerra contra a pandemia

Guterres pediu para países adotarem lógica de guerra contra a pandemia

Maxim Shemetov/Reuters - 12.5.2021

O mundo está "em guerra" contra a covid-19, afirmou nesta segunda-feira (24) o secretário-geral da ONU, António Guterres, que pediu à comunidade internacional a adoção de uma lógica de guerra para deter a pandemia.

"Nós estamos em guerra contra um vírus. Precisamos da lógica e da urgência de uma economia de guerra para aumentar a capacidade de nossas armas", declarou Guterres no início da principal reunião anual dos países membros da Organização Mundial da Saúde (OMS).

"Infelizmente, se não atuarmos agora, enfrentaremos uma situação em que os países ricos vacinarão a maioria de sua população e abrirão suas economias, enquanto o vírus continuará provocando profundos sofrimentos, circulando e com mutações nos países mais pobres”, afirmou o secretário-geral da ONU.

"A pandemia de covid-19 gerou um tsunami de sofrimento. Mais de 3,4 milhões de vidas foram perdidas, quase 500 milhões de empregos foram destruídos e as empresas e bilhões de dólares saíram dos balanços das empresas" completou Guterres.

O secretário-geral da ONU afirmou que pediu ao G20 que implemente uma força de trabalho que reúna todos os países com capacidades de produção de vacinas, assim como a OMS e instituições financeiras internacionais com capacidade de negociar com as empresas farmacêuticas e outros atores essenciais do setor.

Últimas