Coronavírus

Internacional EUA atingem meta de vacinação de Biden com quase um mês de atraso

EUA atingem meta de vacinação de Biden com quase um mês de atraso

Mais de 70% da população adulta do país já recebeu pelo menos uma dose de vacinas anticovid; 60,6% já estão imunizados

AFP
Campanha de vacinação usa principalmente o imunizante da Pfizer

Campanha de vacinação usa principalmente o imunizante da Pfizer

Sean Rayford / Getty Images via AFP - Arquivo

Os Estados Unidos alcançaram nesta segunda-feira (2) a meta estabelecida pelo presidente democrata, Joe Biden, de vacinar 70% da população adulta contra a covid-19 com pelo menos uma dose do imunizante, quase um mês após o prazo original de 4 de julho.

Leia também: EUA já descartaram mais de 1 milhão de doses de vacinas

De acordo com o site dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), 60,6% dos adultos e 49,7% da população total foram totalmente vacinados.

O governo Biden inicialmente apontou o feriado do Dia da Independência do país como marco para atingir a ambiciosa meta e declarar vitória sobre o pior da pandemia do coronavírus.

Porém, a queda nas taxas de vacinação, especialmente nas regiões politicamente conservadoras do sul e do centro-oeste, bem como entre grupos como os mais jovens, aqueles com renda mais baixa e minorias raciais, atrasaram o processo.

No entanto, nas últimas semanas, houve uma alta no índice de vacinação nas regiões mais afetadas pela última onda da covid-19, que está sendo impulsionada pela variante Delta, muito mais contagiosa e letal.

Estados como Arkansas, Missouri, Louisiana e Flórida registraram aumentos significativos. A média nacional de casos diários é atualmente superior a 60 mil e está subindo rapidamente.

No entanto, com 80% dos idosos completamente vacinados, as hospitalizações e as mortes estão aumentando muito mais lentamente do que nas ondas anteriores.

Enquanto uma dose das vacinas Pfizer ou Moderna, de tecnologia mRNA, conferiu forte proteção contra variantes anteriormente dominantes, uma nova pesquisa revista por pares destaca a necessidade de duas doses contra a Delta.

Últimas