Coronavírus

Internacional EUA chegam a 25 milhões de casos de infecção pelo novo coronavírus

EUA chegam a 25 milhões de casos de infecção pelo novo coronavírus

Segundo contagem feita pela Universidade Johns Hopkins, país teve 417.538 mortes por covid-19 desde o início da pandemia

  • Internacional | Da EFE

EUA tiveram 417.538 mortes por covid-19 desde o início da pandemia

EUA tiveram 417.538 mortes por covid-19 desde o início da pandemia

EFE/EPA/ETIENNE LAURENT/Arquivo

Os Estados Unidos superaram neste domingo (24), pouco mais de um ano depois do registro do primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus, a marca de 25 milhões de positivos para a covid-19, segundo contagem feita pela Universidade Johns Hopkins.

Foram contabilizados, até hoje, 25.003.695 casos, o que representa 25,2% do total do planeta.

O país, além disso, chegou a 417.538 mortes por covid-19 desde o início da pandemia, de acordo com verificação feita às 12h55 (pelo horário e Brasília) no painel de monitoramento veiculado no site da instituição de ensino americana.

A quantidade de vítimas nos EUA é quase o dobro do Brasil, que, com 216.445 mortes, é o segundo colocado no ranking de mais afetados pela doença provocada pelo novo coronavírus.

A Universidade Johns Hopkins aponta que, em 21 de janeiro do ano passado, foi reportado o primeiro caso do novo coronavírus nos Estados Unidos e que, 367 dias depois, 7,62% da população do país foi infectada.

Na última sexta-feira, o novo presidente dos EUA, Joe Biden, lançou o que classificou como "estratégia de tempos de guerra", para conter a pandemia no país, o que inclui a quarentena obrigatória para os viajantes que chegam ao país vindos do exterior, além da obrigação do uso de máscaras nos aviões.

No primeiro dia de governo, o sucessor de Donald Trump anunciou que o combate ao novo coronavírus é o principal objetivo do governo, já que as previsões são de que, no próximo mês, será superada a marca de mais de 500 mil mortos nos Estados Unidos.

Últimas